5 Dicas de Design de interiores para quem não é profissional

-- PUBLICIDADE --

Quando você decide decorar seu apartamento pela primeira vez, sabe exatamente do que precisa, mas pode encontrar dificuldades em expressar a sua visão sobre o ambiente nas suas escolhas. É assustador quando se começa o trabalho e se verifica a quantidade de decisões que se precisa tomar.

Algumas pessoas nascem com um dom natural: cozinhar, pintar, desenhar, decorar… Mas para o restante, fazer alguma dessas coisas depende de um pouco de estudo, leitura e referências. Quando surge a dúvida, o ideal é assistirmos a algum filme, folhear algumas revistas especializadas, ou dar uma olhadinha nas 5 dicas de decoração de interiores gastando pouco que reunimos para ajudar você a sair do sufoco e entrar no mundo dos profissionais. Vamos lá?

-- PUBLICIDADE --

Abaixo você irá encontrar dicas de design de interiores básicas para ajudar você a pensar melhor a sua decoração.

-- PUBLICIDADE --

1 – Personalize seu espaço

A sua casa ou o seu quarto são o reflexo exato de quem você é. Quando alguém faz uma visita para você, deve lhe reconhecer no ambiente que está. A melhor forma de começar a personalizar o seu espaço é por meio de acessórios decorativos que relembrem os seus hobbies e preferências. O importante aqui é distanciar os objetos decorativos do que as lojas estão dizendo a você para comprar.

É claro que uma estátua de um elefante branco ficaria lindo decorando o seu banheiro, mas isso realmente tem a ver com você? Talvez não. Pode ser que você precise dar uma olhadinha no seu armário e observar suas roupas para entender um pouco mais do seu estilo. Que cores você está vestindo? É clássica ou moderna? Use o seu gosto por roupas para criar um guia de estilo. É fácil e vai deixar sua casa 100% com a sua cara.

2 – Trabalhe com os seus ambientes

É importante que você compreenda os seus limites de espaço e onde está inserido esse espaço. Saiba qual o tamanho e o pé direito dos ambientes que pretende reformar. Considere o ambiente como um todo e reflita sobre isso. Não importa se você está na cidade ou no campo, o que importa é a forma que você irá comunicar o design com esses meios.

Essa hora é ideal para prestar atenção em algumas dicas de design de interiores, como: área, iluminação e ventilação, pois esses detalhes guiaram você na escolha da paleta de cores, na organização, tamanho e quantidade de móveis, entre outros detalhes.

3 – Mantenha sempre o conforto em mente

Nunca compre uma mobília por ela ser apenas bonita, sempre descubra se ela é confortável e usual. Nunca se esqueça, o segredo de uma bela decoração é simples: o conforto é a chave. É impossível pensar em “Lar doce lar” quando você se depara com um lugar que não é acolhedor e aconchegante. Não existe nada pior que receber os amigos em uma casa sem conforto.

Dessa forma aqui segue outras dicas de design de interiores, antes de sair comprando, faça um pequeno projeto. Para isso, você irá precisa tirar as medidas do ambiente, colocar o desenho em um papel de parede e fazer um pequeno estudo de mobília, assim você poderá diminuir a quantidade de possibilidades.

Outro detalhe, quando for comprar seus móveis, ande sempre com uma trena e tenha seu estudo de layout em mãos, assim ficará mais fácil decidir se aquele sofá ou aquela poltrona irá caber direitinho no espaço que você tem disponível.

4 – Mantenha espaço para os clássicos

Clássicos serão sempre clássicos. Incorporar à sua decoração alguns móveis que tenham sobrevivido ao tempo e carreguem consigo partes da história do design de interiores é garantia de acerto. Abuse da mobília rústica, pinturas, ou estruturas de sofás e mesas que podem ser encontradas em antiquários já reformadas, ou sem reforma, esperando o acabamento que irá trazer história e personalidade para o seu ambiente.

5 – Menos é mais

Mantenha tudo simples. Jamais encha um espaço excessivamente, pois a impressão que pode ficar é de um depósito de entulhos. Quando você seleciona objetos e mobílias, o ambiente parecerá maior e mais limpo. E se achar que ficou faltando alguma coisa, não se preocupe, você sempre pode modificar uma coisinha ou outra.

Aqui vai outra regrinha do design de interiores: áreas de circulação. Quando você fizer seu estudo de layout verifique sempre se há uma boa área de circulação, por exemplo, entre o sofá e a mesa de centro, qual a distância? Há muita circulação nessa área? É uma área muito usada?

Uma última dica para você: Dá uma lida também no artigo Chic é ser Natural do DI.ETA. Aqui você irá encontrar dicas ótimas também para ajudar ainda mais você a pensar a sua decoração e deixá-la com sua personalidade.

-- PUBLICIDADE --

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *