fbpx
Saúde

Tudo Sobre ACIDENTE VASCULAR CEREBRAL OU AVC

TEM COMO SOCORRER AVC?

E quando falamos de cuidado, é preciso reconhecer os principais sintomas do AVC para que o atendimento seja feito o mais rápido possível, uma vez que isso é decisivo para a boa recuperação do paciente.

# Logo Abaixo você Tira Suas Dúvidas tais como:

– Avc pode ser hereditário?

– Avc pode levar a morte?

– Avc pode dar pressão baixa?

– Avc como identificar?

→ PARE Agora e Escolha!

Qual Caminho você Precisa Tomar?

→ Abaixo Você Encontra as Informações Simples e Fáceis de Colocar em Prática O Momento é Esse Escolha uma

 

 

Também conhecido como um acidente vascular cerebral, acidente vascular cerebral é uma emergência médica que surge quando as artérias que fornecem sangue ao cérebro ficam afetadas.

Como resultado, uma parte do cérebro não recebe suficiente suprimento de sangue.

Sem sangue e fornecimento de nutrientes, as células do cérebro ficar afetadas e podem morrer em poucos minutos.

Acidentes vasculares cerebrais, muitas vezes, resulta em disfunção em longo prazo de parte do corpo, controlada pela área afetada do cérebro.

Existem dois tipos principais de traços: acidente vascular cerebral isquêmico e o AVC hemorrágico.

Um acidente vascular cerebral isquêmico é causado devido a um bloco (coágulo de sangue) no vaso sanguíneo.

Considerando que um AVC hemorrágico é causado por hemorragia através de um rasgo no vaso sanguíneo.

Pessoas que sobrevivem a um derrame precisam ter rigorosos métodos de tratamento e reabilitação para alcançar a recuperação completa.

Acidentes vasculares cerebrais podem ser evitados com dieta saudávelexercício e outras mudanças de estilo de vida.

Acidente vascular cerebral pode ser mais prejudicial em mulheres e, portanto, as mulheres podem se referir a essas diretrizes para a prevenção do acidente vascular cerebral.

Nesta seção, você encontrará artigos úteis como identificar sintomas de AVC, medicação inadequada para hipertensão e risco de acidentes vasculares cerebrais.

 

→ PRINCIPAIS DICAS FINAL DO ARTIGO

dieta.blog.br-tudo-sobre-acidente-vascular-cerebral-ou-avc-2016

 

>> Recomendamos para Você:

 

Quer ver depoimentos e dicas sobre Hipertensão

Deixe seu comentário no vídeo abaixo!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

#dietablogbr

 

(VÍDEO) Dia Nacional de Prevenção e Combate a Hipertensão

 

TIPOS

As pessoas sofrem um derrame quando uma parte de suas paradas recebendo o suprimento de sangue.

Em poucos minutos, as células do cérebro começam a morrer e isso poderia resultar em uma disfunção em longo prazo de parte do corpo, controlada pela área afetada.

Existem dois tipos principais de acidente vascular cerebral, acidente vascular cerebral isquêmico e AVC hemorrágica.

Acidente vascular cerebral isquêmico: Este tipo de AVC é causado devido a um bloco (coágulo de sangue) no vaso sanguíneo.

Esses blocos são causados por interno endurecimento das artérias levando ao cérebro ou entupimento das artérias dentro do cérebro.

Hemorrágico curso: Este tipo de AVC é mais perigoso e tem uma maior taxa de morte do que traços hemorrágicos.

É causada quando o sangramento ocorre devido a um rasgo no vaso sanguíneo.

Este rasgo pode ser desencadeado por lesões, excesso de álcool, falta de exercício, fumar e até mesmo algumas drogas como a warfarina. Sangramento pode ocorrer tanto dentro do cérebro ou entre o cérebro e dentro do crânio.

 

FATORES DE RISCO

Acidente vascular cerebral pode afetar uma pessoa em qualquer idade, mas certos fatores colocam-o em um maior risco de sofrer um AVC. Aqui estão eles:

  • Idade
  • História da família
  • História pessoal
  • Sexo
  • Corrida
  • Hipertensão
  • Diabetes
  • Níveis elevados de colesterol
  • Doença cardíaca
  • Fumar
  • Obesidade
  • Stress
  • Condições que afetam os vasos sanguíneos
  • Apneia obstrutiva do sono
  • Abuso de drogas

 

FAZ COM QUE

Algumas das causas que podem levar a um tipo de acidente vascular cerebral são as seguintes:

 

SINTOMAS

Estes são alguns dos sinais e sintomas associados com acidente vascular cerebral:

  • Dormência
  • Fraqueza ou paralisia de um lado do corpo
  • Confusão súbita
  • Dor de cabeça severa
  • Dificuldade em falar, compreender, ver e andar.
  • Tonturas ou perda de equilíbrio

 

DIAGNÓSTICO

Acidente vascular cerebral é diagnosticado usando testes de imagem, tais como CT ou MRI, juntamente com um exame clínico.

Exame de eletroencefalografia (EEG) é realizado para determinar a possibilidade de convulsões.

 

TRATAMENTO

A gravidade de um acidente vascular cerebral e a presença de outros fatores de risco determina qual tratamento o paciente tem que se submeter.

Aqui estão algumas maneiras em que é tratada:

Mudanças de estilo de vida: Se uma pessoa sofreu um acidente vascular cerebral, tem de fazer grandes mudanças, como deixar de fumar e beber, não comer alimentos ricos em gordura e açúcar e fazer exercícios regularmente.

Medicamentos: Alguns medicamentos são prescritos para alguns pacientes para reduzir o risco de formação de coágulos de sangue.

Alguns deles são antiplaquetários, como aspirina e anticoagulantes como a varfarina.

Cirurgia: Em casos onde o traço é severo, cirurgia pode ser necessária para retomar o fluxo normal do sangue.

Cirurgias são realizadas para desbloquear a artéria (angioplastia) ou prevenir hemorragias no cérebro (craniectomia).

Fisioterapia: Muitas vezes, o paciente tem que se submeter à fisioterapia para retomar as atividades diárias.

 

PREVENÇÃO

Agora, você teria percebido que derrame é uma doença perigosa, e certamente não é algo que você gostaria de experimentar em sua vida. A fim de manter o curso à distância, aqui estão algumas dicas que você pode seguir.

Exercício regularmente: Exercitar regularmente pode ajudar a prevenir o acidente vascular cerebral.

De acordo com um estudo realizado em 40.000 mulheres durante um período de 12 anos, andando por apenas 2 horas por semana pode reduzir o risco de ter um ataque cardíaco em 30 por cento.

Dormir, mas não muito: Cientistas na reivindicação de Harvard que, em comparação a 7 horas de sono, uma 10 + horas de sono podem aumentar suas chances de ter um derrame por 63%! Para se certificar de que seu alarme em conformidade.

Comer saudável: Hábitos alimentares saudáveis irão melhorar a sua imunidade e mantê-lo aptos.

Comer frutas e verduras irá reduzir seu risco de ter doenças cardíacas e diabetes e também manter o traçado na baía.

A pesquisa sugere que comer alimentos ricos em potássio pode reduzir seu risco de ter um ataque cardíaco em 20%.

Não ignorar enxaqueca: Enxaquecas são muito dolorosas, e as mulheres são propensas a isso devido a medicamentos e as flutuações hormonais.

Pesquisas têm sugerido que a enxaqueca pode levar a um maior risco de acidente vascular cerebral entre as mulheres.

Não te zangues: Pessoas que têm um temperamento curto e são rápidos a zangar-se estão em um risco maior de ter um derrame, sugere um estudo publicado no jornal hipertensão.

ATUALIZADO: 05.02.18

 

 

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ »

→ Remédio Caseiro Para Bronquite
→ O Que é Bom pra Dor de Barriga
→ Beneficios da Agua com Limão
→ Dieta Para Emagrecer Rapido
→ Dieta da Sopa
→ Remédios Caseiros para a Coceira
→ Dieta Cetogenica
→ Dieta Dukan
→ Remedio para Emagrecer
→ Ganhar Massa Muscular