PANCREATITE: Sintomas, Causas e Principais Tratamentos

Tudo Sobre PANCREATITE: Sintomas, Causas e Principais Tratamentos

pancreatite sintomas e causas

TUDO SOBRE PANCREATITE

O pâncreas é uma glândula grande atrás do estômago e ao lado do intestino delgado. O pâncreas faz duas coisas principais:

Ele libera enzimas digestivas poderosas para o intestino delgado para ajudar na digestão dos alimentos. E libera os hormônios insulina e glucagon na corrente sanguínea.

Estes hormônios ajudam no controle do corpo pois ele usa o alimento para a energia.

A pancreatite é uma doença em que o pâncreas se torna inflamado. Dano pancreático acontece quando as enzimas digestivas são ativadas antes de serem liberadas para o intestino delgado e começam a atacar o pâncreas.

>> Recomendamos Para Você:

>> Incontinência Fecal

Incontinência intestinal é a incapacidade de controlar os movimentos intestinais. É um problema comum, especialmente entre os idosos. Incontinência intestinal geralmente não é um problema médico sério.

Mas pode interferir seriamente com a vida diária. Pessoas com incontinência intestinal podem evitar atividades sociais por medo de constrangimento. Muitos tratamentos eficazes podem ajudar.

Estes incluem: cirurgia de medicina procedimentos minimamente invasivos.

 

>> Há duas formas de pancreatite: aguda e crônica.

– A pancreatite aguda. A pancreatite aguda é uma inflamação repentina que dura por um curto período de tempo. Pode variar de um leve desconforto a uma doença com risco de vida grave.

A maioria das pessoas com pancreatite aguda se recupera completamente depois de receber o tratamento correto. Em casos graves, a pancreatite aguda pode resultar em sangramento para dentro da glândula, dano tecidual grave, infecção, e cisto.

– A pancreatite crônica. A pancreatite crônica é uma inflamação de longa duração do pâncreas. Na maioria das vezes acontece depois de um episódio de pancreatite aguda.

Beber álcool pesado é outra grande causa. Os danos ao pâncreas de uso pesado de álcool pode não causar sintomas durante muitos anos, mas depois a pessoa pode de repente de desenvolver sintomas de pancreatite grave.

 

>> Quais são os sintomas da pancreatite?

Os sintomas da pancreatite aguda:
– Alta dor abdominal que irradia para as costas. Ela pode ser agravada por comer, especialmente alimentos ricos em gordura.
– Inchado do abdômen
– Náuseas e vômitos
– Febre
– Aumento da frequência cardíaca
Os sintomas da pancreatite crônica:

Os sintomas da pancreatite crónica são semelhantes aos da pancreatite aguda. Os pacientes frequentemente sentem dor constante no abdome superior que irradia para as costas.

Em alguns pacientes, a dor pode ser incapacitante. Outros sintomas são perda de peso causada por má absorção (má absorção) de alimentos. Esta má absorção acontece porque a glândula não está liberando enzimas suficientes para quebrar a comida.

Além disso, a diabetes pode desenvolver-se as células produtoras de insulina do pâncreas são danificadas.

 

>> O que causa pancreatite?

Na maioria dos casos, a pancreatite aguda é causada por cálculos biliares ou uso pesado de álcool. Outras causas incluem medicamentos, infecções, traumas, doenças metabólica, e cirurgia. Em até 30% das pessoas com pancreatite aguda, a causa é desconhecida.

Em cerca de 45% das pessoas, a pancreatite crônica é causada por uso de álcool de longa data. Outras causas incluem cálculos biliares, doenças hereditárias do pâncreas, fibrose cística, triglicérides elevados, e certos medicamentos.

Em cerca de 25% dos casos, a causa da pancreatite crónica é desconhecida.

>> Quais são os fatores de risco para pancreatite?

A pancreatite pode acontecer a qualquer um, mas é mais comum em pessoas com determinados fatores de risco. Os fatores de risco de pancreatite aguda incluem:

– Os cálculos biliares
– Beber muito álcool

A pancreatite aguda pode ser o primeiro sinal de cálculos biliares. Os cálculos podem bloquear o canal pancreático, o que provoca pancreatite aguda.
Fatores de risco para pancreatite crônica incluem:

– Beber muito álcool por um longo tempo
– Certas condições hereditárias, como a fibrose cística
– Os cálculos biliares
– Condições tais como níveis elevados de triglicéridos e lúpus

As pessoas com pancreatite crônica são geralmente homens entre as idades de 30 e 40, mas pancreatite crônica pode ocorrer em mulheres também.

 

>> Como a pancreatite é diagnosticada?

Para diagnosticar a pancreatite aguda, os médicos medem os níveis no sangue de duas enzimas digestivas, amilase e lipase. Os elevados níveis destas duas enzimas sugerem fortemente da pancreatite aguda.
Os Médicos também podem utilizar outros testes, tais como:

– Teste de função pancreática para descobrir se o pâncreas está fazendo as quantidades corretas de enzimas digestivas
– Teste de tolerância à glicose para medir a lesão das células do pâncreas que produzem insulina
– O ultra-som e tomografia computadorizada , que faz imagens do pâncreas para que os problemas possam ser vistos
– A biópsia , no qual uma agulha é inserida no pâncreas para remover uma pequena amostra de tecido para estudo
– Em estágios mais avançados da doença, os médicos podem usar o sangue, urina e exames de fezes para confirmar o diagnóstico.

 

>> Como a pancreatite tratada?

Pessoas com pancreatite aguda são tratadas com fluidos IV e medicamentos para a dor no hospital.

Em até 25% dos pacientes, a pancreatite pode ser grave e os pacientes podem necessitar de internação em unidade de terapia intensiva (UTI).

Na UTI, o paciente é acompanhado de perto porque a pancreatite pode danificar o coração, pulmões ou rins. Alguns casos de pancreatite grave podem resultar na morte do tecido pancreático.

Nestes casos, a cirurgia pode ser necessária para remover o tecido morto ou danificado, se desenvolve uma infecção.

Um ataque agudo de pancreatite geralmente dura alguns dias. Um ataque agudo de pancreatite causada por cálculos biliares pode exigir a remoção da vesícula biliar ou cirurgia do ducto biliar.

Após os cálculos biliares são removidos e a inflamação desaparece, o pâncreas geralmente retorna ao normal.

 

>> O Tratamento para a Pancreatite Crônica

Pancreatite crónica pode ser difícil de tratar. Médicos vão tentar aliviar a dor do paciente e melhorar os problemas de nutrição. Os pacientes recebem geralmente enzimas pancreáticas ou insulina. Um baixo teor de gordura na dieta também pode ajudar.

A cirurgia pode ajudar a aliviar a dor abdominal, restabelecer a drenagem de enzimas pancreáticas ou hormônios, tratar pancreatite crônica causada pelo entupimento do ducto pancreático, ou reduzir a frequência dos ataques.

Os pacientes devem parar de fumar e beber bebidas alcoólicas.

 

>> A Pancreatite pode ser Evitada?

Porque a maioria dos casos de pancreatite são causados por abuso de álcool, a prevenção é dirigida pelo consumo responsável ou não beber.

Se beber pesado é uma preocupação, fale com o seu médico ou profissional de saúde sobre um encaminhamento para um centro de tratamento de álcool.

Além disso, você pode se beneficiar de um grupo de apoio, como os Alcoólicos Anônimos.

 

>> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

anel-magnetico

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *