O QUE SÃO INFECÇÕES FÚNGICAS VAGINAIS? Tire suas Duvidas

Tudo sobre o que são Infecções Fúngicas Vaginais

O_QUE_SAO_INFECCOES_FUNGICAS_VAGINAIS_mini

O QUE SÃO INFECÇÕES FÚNGICAS VAGINAIS?

Infecções vaginais por fungos, também conhecida como candidíase, são uma condição feminina comum. Infecções por levedura são causadas pelo fungo cândida.

Este fungo está associado com coceira intensa, inchaço e irritação.

Mas você sabe o que é infecção fúngica, ela pode ser transmitidas pelo contato sexual, mas em geral não são considerados uma infecção sexualmente transmissível.

Tratamento de infecções fúngicas é relativamente simples, dependendo da sua gravidade.

dieta.blog.br-o-que-sao-infeccoes-fungicas-vaginais-tire-suas-duvidas

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) Infecção Fúngica Vaginal: Causa e Tratamento

 

>> O que causa infecções vaginais levedura?

A Cândida gênero de levedura é uma ocorrência natural de microrganismos na área vaginal.

O crescimento é mantido em cheque pelos os lactobacilos. No entanto, estes bactérias não podem funcionar de forma eficaz se houver um desequilíbrio no seu sistema.

Isto leva a um crescimento excessivo de leveduras, o que faz com que os sintomas de infecções vaginais de levedura estejam presente.

A maioria das infecções fúngicas são causadas por Candida albicans – a vertente específica de levedura. Estas infecções fúngicas são facilmente tratáveis.

Se você está tendo infecção fungina sistêmica recorrentes ou problemas para se livrar de uma infecção por fungos com o tratamento convencional, em seguida, uma versão diferente de Candida pode ser a culpada.

O desequilíbrio que permite o super crescimento de levedura pode acontecer devido a:

– Antibióticos (que diminuem a quantidade de lactobacilos, ou bactérias boas, na vagina)

Gravidez

Diabetes não controlada

– Sistema imunológico fraco

– Ducha

– Maus hábitos alimentares, incluindo uma grande quantidade de alimentos açucarados

– Desequilíbrio hormonal perto do seu ciclo menstrual

– Estresse

Falta de sono

 

>> Os sintomas de uma infecção vaginal levedura

Infecções fúngicas vaginais têm um conjunto comum de sintomas. Normalmente, o período de tempo da infecção se não for tratada pode ter um impacto direto sobre o quão grave são os seus sintomas.

Sintomas frequentes incluem:

– Prurido

– Ardor

– Grande ou pequena quantidades de corrimento vaginal, muitas vezes esbranquiçada cinza e grossa (embora há momentos a descarga pode ser aguado)

– Dor durante o sexo

– Dor

Erupção

 

>> Obter um diagnóstico vaginal da infecção

Infecção fúngica na pele são simples de diagnosticar. Os médicos normalmente começam por obter informações sobre seu histórico médico.

Isso irá incluir se você já teve ou não infecções fúngicas anteriores.

Normalmente, os médicos também irão perguntar se você já teve uma infecção sexualmente transmissível.

O próximo passo é um exame pélvico. O médico examinará sua vagina e a área circundante, para ver se há sinais externos de infecção.

Ele também irá examinar suas paredes vaginais e colo do útero. Dependendo do que o seu médico descubra, ele colhera uma cultura de secreção vaginal para enviar ao laboratório para confirmação.

Os testes são geralmente encomendados só para as mulheres que têm infecções fúngicas em uma base regular.

Depois de um diagnóstico inicial, você pode ser capaz de determinar a presença de uma futura infecção por fungos.

 

(VÍDEO) Infecção fúngica vaginal Causa e tratamento

 

>> Qual é a melhor maneira de tratar uma infecção vaginal?

O seu médico irá tratar a sua infecção por fungos de acordo com a sua gravidade e complicações.

 

>> Infecções simples

Para infecções fúngicas simples, o seu médico irá prescrever o tratamento seguinte (s):

– Um esquema de um a três dias de um antifúngico creme, comprimido, ou supositório. Medicamentos antifúngicos comuns utilizados são Gynazle, Lotrimin, Monistat e Terazol.

– Uma única dose de medicação oral, tais como Diflucan.

Mulheres com infecções fúngicas nas unhas devem certificar-se de acompanhar o seu médico para ter certeza de que o medicamento funcionou.

 

>> Infecções complicadas

Certos tipos de Cândida não irão responder ao tratamento normal e irá requerer um curso de tratamento agressivo.

Se você atender a um dos seguintes critérios, o seu médico provavelmente trata a sua infecção por fungos, como se fosse um caso grave ou complicado:

– Você tem vermelhidão, inchaço e prurido que leva a feridas ou lágrimas em seu tecido vaginal.

– Você teve mais de quatro infecções fúngicas em um ano.

– Candida que não albicans é a causa da sua infecção.

– Você está grávida.

– Você tem diabetes não controlada ou um sistema imunológico fraco de medicamentos ou pode ser HIV positivo.

 

>> Possíveis tratamentos para infecções graves ou complicados levedura podem incluir:

– 14 dias de creme, pomada, comprimido ou supositório vaginal tratamento

– Duas ou três doses de Diflucan (não para as mulheres grávidas)

– Prescrição a longo prazo de Diflucan que é tomada uma vez por semana, durante seis semanas, ou o uso a longo prazo de um medicamento antifúngico tópico

– Tratamento do seu parceiro sexual ou uso de preservativos durante as relações sexuais

 

>> Soluções naturais e alternativas para infecções vaginais levedura

Você pode tratar infecção fúngica peniana ou vaginais com remédios naturais, se você gostaria de evitar tomar medicação por prescrição. Estes são alguns dos mais populares remédios naturais:

– Vinagre em duchas

– Creme de óleo da árvore do chá verde

– Alho ou supositórios vaginais de ácido bórico

– Iogurte tomado por via oral ou inserido na vagina

 

>> Como prevenir infecções vaginais levedura

Em muitos casos, você pode saber exatamente o que levou à sua infecção por fungos.

Por exemplo, algumas mulheres experimentam estas infecções cada vez que tomar antibióticos.

Ao reconhecer seus próprios fatores de risco, você pode prevenir futuras infecções.

– Aqui estão alguns métodos comuns de prevenção, mais orientadas para evitar o crescimento de bactérias perto da vagina:

– Evitar o uso de calças apertadas, meia-calça, meias, ou leggings

– Evitar o uso de desodorantes femininos ou desodorante tampões/almofadas

– Não se sentar em torno de roupas molhadas-especialmente trajes de banho

– Comer uma dieta bem equilibrada

– Comer iogurte ou tomar suplementos com lactobacilos

– Usar fibras naturais, como algodão, linho, seda ou

– Evitar sentar em banheiras de hidromassagem ou tomar banhos frequentes banheira de água quente

– Lavar roupa com água quente

– Evitar duchas higiênicas

– Alterar produtos femininos frequentemente

 

(VÍDEO) Infecção Fúngica Vaginal – Causa e Tratamento (EXCLUSIVO)

 

Infecções Vaginais

Infecções vaginais podem ser desencadeadas por diferentes causas.

Infecções vaginais particularmente comuns causadas por fungos ou bactérias.

Abaixo nós informá-lo sobre as causas mais comuns de infecções vaginais.

 

Doenças fúngicas Vaginal

A infecção fúngica vaginal é chamada no jargão como uma micose vaginal.

A micose vaginal é geralmente causada por um tipo de fungo chamado Candida albicans.

 

Muitas mulheres sofrem de micose vaginal.

Fungos incluir como parte da flora vaginal para os residentes permanentes da vagina e intestinos.

Normalmente o valor do pH da vagina na gama ácida.

Muda-se para o pH na faixa neutra, os cogumelos podem reproduzir melhor.

As possíveis causas para esta mudança de pH são flutuação de hormônios, antibióticos, sistema imunológico enfraquecido, doenças como a diabetes, stress, roupas sintéticas, a relação sexual, higiene pessoal falsa, etc.

Os seguintes sintomas são típicos de uma doença fúngica vaginal: corrimento esbranquiçado, coceira, ardor ou dor.

Umas micoses vaginais podem ser tratadas com os cremes ou supositórios vaginais.

 

As infecções bacterianas

A vaginose bacteriana

O termo “flora vaginal” significa a colonização natural e saudável da vagina com várias bactérias.

Particularmente bactérias de ácido láctico frequentemente presentes na flora vaginal.

Bactérias do ácido láctico na vagina proteger e assegurar que o pH ácido é mantida.

Para inibir o crescimento de bactérias de ácido láctico de bactérias que competem na vagina.

Através de fatores externos ou internos, que podem agora ser uma alteração na flora vaginal.

Como resultado, as bactérias prejudiciais podem multiplicar-se e causar uma infecção vaginal.

Com uma vaginose bacteriana, há um deslocamento da flora vaginal normal e à propagação de bactérias anaeróbicas na maior parte.

A causa mais comum de bactérias Vagionose a bactéria Gardnerella vaginalis e Bacteroides.

 

Com uma vaginose bacteriana dos seguintes sintomas:

Prurido e ardor;

Inflamação e vermelhidão da mucosa;

Esverdeada ou acinzentada, corrimento vaginal, por vezes malcheiroso.

Os seguintes fatores de risco são conhecidos:

Use de duchas vaginais;

Dispositivo intra-uterino;

Fumar.

 

Tratamento:

A vaginose bacteriana pode ser tratada com os cremes ou supositórios vaginais.

Com uma forte infestação antibioticoterapia oral é necessário (por exemplo, com clindamicina ou metronidazol).

 

A infecção por Tricomoníase

Tricomoníase vaginal é um protozoário parasita.

A tricomoníase é transmitida durante a relação sexual.

Nos homens a infecção geralmente é executado despercebido enquanto seguintes sintomas na mulher:

Coceira, vermelhidão, ardor;

Corrimento espumoso;

Frequência urinária, deixe a dor ao passar.

Os seguintes fatores de risco são conhecidos:

Relações sexuais desprotegidas;

Mudanças frequentes de parceiros sexuais;

 

(VÍDEO) Quais são as causas das Infecções Vaginais?

 

Nota:

Se uma tricomoníase em uma mulher foi encontrada, o parceiro precisa ser tratado assim.

A vaginite Atrófica

A vaginite atrófica é uma inflamação da vagina, o que é favorecido por um adelgaçamento do tecido vaginal e seca.

Isto cada vez mais formada infecções vaginais.

A secura vaginal causada por níveis de estrogênio reduzido.

A vaginite atrófica é particularmente comum na menopausa.

Os seguintes sintomas ocorrer:

A secura vaginal;

Coceira ou ardência;

Dor durante a relação sexual;

 

Secreção aquosa.

A vaginite atrófica pode ser tratada com preparações de estrogênios que podem ser aplicados localmente.

 

Quando você deve consultar um médico?

Em uma infecção vaginal, você deve sempre consultar o seu ginecologista.

Em uma infecção vaginal durante a gravidez, você deve consultar o seu médico imediatamente!

 

Quais são infecções vaginais?

Infecções vaginais são as imagens mais comuns consciência da doença, que os doentes para ginecologistas levam.

Várias razões, incluindo a higiene excessiva íntima, super estimulação mecânica a chamada síndrome de lua de mel e tomando antibiótico, levar a uma perturbação da flora vaginal.

A flora vaginal saudável é caracterizada, sobretudo pelo número de bactérias do ácido láctico.

Estes manter a acidez natural da vagina em um pH fora 4-4,5, e assim impedir o crescimento dos germes nocivos.

Em perturbados flora vaginal de bactérias nocivas pode multiplicar e causar várias infecções inflamatórias vaginais.

Os sintomas são variados e depender do agente patogênico.

 

Causas

Os patógenos mais importantes de infecções serem descritas resumidamente.

Todos os resultados em número excessivo para o aumento da secreção vaginal, ardor ou prurido de várias espessuras e inchaço ou vermelhidão.

Típico de uma infecção bacteriana vaginal, em particular causada por Gardnerella vaginalis, é o odor de peixe do efluente.

As principais causas de infecções vaginais virais são vírus herpes simplex e vírus do papiloma humano.

Herpes simplex é mostrado pelo, de feridas conhecidos, bolhas na vagina.

Vírus papiloma humano normalmente causam verrugas genitais benignas, que são visualmente mais perturbadores e raramente causam sintomas.

No entanto, também pode ser alterações das células e consequente cervical vir.

A maioria das infecções vaginais causadas pela levedura Candida albicans, que se caracteriza por estar parado à descarga queijo cottage e dor ao urinar recursos.

Se a infecção vaginal causada por protozoários, que podem ocorrer nas membranas mucosas, de modo que o fluxo de saída é cheiro afiado e espumoso.

Outro fator de risco é a transmissão de agentes infecciosos durante a relação sexual.

 

Infecções vaginais típicas e frequentes

A vaginose bacteriana

Vaginite (vaginite)

Candidíase vaginal (micose vaginal)

Corrimento vaginal

Herpes Genital (Herpes Genital)

Clamídia (Chlamydia)

 

(VÍDEO) Corrimentos e infecções vaginais | Vida & Saúde

 

Diagnóstico & História

Com base nos sintomas descritos o ginecologista pode fazer uma prejudicial para o agente causador da infecção vaginal.

Em particular, a descrição pormenorizada observada e comportamento sexual antes do início dos sintomas são importantes.

Para diagnosticar um perturbadas flora vaginal, definir o valor do pH e determinação segura da libertação do ginecologista leva uma zaragatoa da vagina e cria-se uma cultura bacteriana e fúngica.

O exame atento da vagina é útil, como cai em uma causada por infecção protozoária na membrana vaginal inchado, altamente sensível mucosa.

Também infecção por herpes simplex ou vírus do papiloma humano mostra-se no exame físico pelos sintomas típicos da pele.

O prognóstico é geralmente bom, apenas a uma infecção com o vírus do papiloma humano pode causar doenças graves.

 

Tratamento & Terapia

O tratamento da infecção vaginal é baseado sobre o agente patogênico estabelecido e dirigido principalmente para os pacientes e seus parceiros sexuais.

A renúncia de relações sexuais até que os sintomas diminuem é aconselhável.

Também importante é a harmonização da flora vaginal, evitando fatores causais e, se necessário, apoiar a regeneração com um supositório com bactérias do ácido láctico.

A infecção bacteriana origem vaginal e infecção com protozoários ser tratados com antibióticos como comprimidos, cremes vaginais são administrados ou supositórios.

A infecção bacteriana é tratada apenas em mulheres não grávidas, quando o paciente está a sofrer de sintomas em mulheres grávidas sempre.

Pode simplex o tratamento da infecção com vírus do papiloma ou pacientes do herpes humano transportar com pomadas virostático ou comprimidos.

Apenas em casos graves, é um tratamento médico com tricloroacético ou terapia com laser necessário, a remoção cirúrgica da pele afetada é possível.

Candida albicans é com drogas antifúngicas tratadas como creme, supositório ou tablete.

Para perspectiva homeopática também extrato de semente de uva é recomendado.

ATUALIZADO: 26.10.16

 

medico emagecer mulher

 

>> Recomendamos Para Você:

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *