MENOPAUSA: Sintomas, Causas e Principais Tratamentos

Tudo sobre Menopausa e seus Principais Tratamentos

menopausa

TUDO SOBRE MENOPAUSA

Menopausa é o fim permanente da menstruação e da fertilidade, definido como ocorrendo 12 meses depois de seu último período menstrual. Menopausa pode acontecer em seus 40 ou 50 anos, mas a idade média é 41 no Brasil.

Menopausa é um processo biológico natural. Apesar de fertilidade terminar, você pode ficar ter uma saudável, e sexualmente também.

Algumas mulheres se sentem aliviadas porque elas não precisam mais se preocupar com a gravidez.

Mesmo assim, os sintomas físicos e emocionais da menopausa podem perturbar o sono, causar ondas de calor, diminuir sua energia ou — para algumas mulheres — provocar ansiedade ou sentimentos de tristeza e perda.

Não hesite em procurar tratamento para os sintomas que a incomodam. Muitos tratamentos eficazes estão disponíveis, ajustes de estilo de vida, a terapia hormonal.

>> Recomendamos para Você:

(VÍDEO) Nova Dieta Para Reduzir Sintomas da Menopausa

> SINTOMAS

Nos meses ou anos que antecederam à menopausa (perimenopausa), você pode experimentar esses sinais e Sintomas:

– Períodos irregulares
– Secura vaginal
– Ondas de calor
– Suores noturnos
– Problemas de sono
– Alterações de humor
– Peso ganho e retardou o metabolismo
– Queda de cabelo e pele seca
– Perda da plenitude do peito

É possível, mas muito incomum, para menstruar direito mês até seu último período. Mais provavelmente, você vai experimentar alguma irregularidade em seus períodos.

Pular períodos durante a perimenopausa é comum e esperado. Muitas vezes, períodos menstruais ocorreram a cada dois a quatro meses durante a perimenopausa, especialmente de um a dois anos antes da menopausa.

Apesar de períodos irregulares, a gravidez é possível.

 

> CAUSAS

Menopausa pode resultar em:

– Declínio natural dos hormônios reprodutivos. Seus ovários começam a fazer menos estrogênio e progesterona — os hormônios que regulam a menstruação
— e sua fertilidade declina.

Aos 40, seus períodos menstruais podem tornar-se mais longos ou mais curto, mais pesado ou mais leve e mais ou menos frequentes, até que finalmente seus ovários param de produzir ovos, e você tem não mais períodos.

– Histerectomia. Uma histerectomia que remove o útero mas não seus ovários (histerectomia parcial) geralmente não causa menopausa. Embora você já não tem períodos, seus ovários ainda põem os ovos e produzem estrogênio e progesterona.

– Terapia de radiação e quimioterapia. Estas terapias de câncer podem induzir a menopausa, causando sintomas como ondas de calor durante ou logo após o curso do tratamento.

A parada de menstruação (e fertilidade) não é sempre permanente após a quimioterapia, para que medidas de controle de natalidade ainda podem ser desejadas.

– Insuficiência ovariana primária. Cerca de 1 por cento das mulheres experimentam menopausa antes dos anos 40 (menopausa precoce).

Menopausa pode resultar de insuficiência ovariana primária — quando seus ovários não produzem níveis normais de hormônios reprodutivos, decorrente de fatores genéticos ou doença auto-imune.

> TRATAMENTOS

Menopausa não requer nenhum tratamento médico. Tratamentos podem incluir:

Terapia hormonal. Terapia de estrogênio continua a ser, de longe, a opção de tratamento mais eficaz para aliviar os afrontamentos da menopausa.

Dependendo do seu histórico médico pessoal e familiar, seu médico pode recomendar o estrogênio na menor dose necessária para fornecer alívio dos sintomas para você.

Estrogênio vaginal. Para aliviar a secura vaginal, o estrogênio pode ser administrado diretamente para a vagina com um comprimido vaginal, anel ou creme.

Este tratamento libera apenas uma pequena quantidade de estrogênio, que é absorvida pelo tecido vaginal. Pode ajudar a aliviar a secura vaginal, desconforto com relação sexual e alguns sintomas urinárias.

Baixas doses de antidepressivos. Certos antidepressivos relacionados à classe de medicamentos chamados inibidores seletivos da recaptação da
serotonina (ISRS) podem diminuir os calores da menopausa.

Um antidepressivo de baixa dose para a gestão das ondas de calor podem ser úteis para as mulheres que não podem tomar estrogênio por motivos de saúde ou para as mulheres que precisam de um antidepressivo para um distúrbio de humor.

Gabapentina (Neurontin). A gabapentina é aprovada para tratar crises, mas isso também foi mostrado para ajudar a reduzir os afrontamentos.

Este medicamento é útil para mulheres que não podem usar a terapia de estrogênio e aquelas que também têm enxaquecas.

 

>> Recomendamos Para Você:

anel-magnetico

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *