LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO: Tem Cura? Causas e Sintomas

Tudo sobre Lúpus Eritematoso Sistêmico e suas Causas

..

SAIBA O QUE É LÚPUS ERITEMATOSO SISTÊMICO

 

O que é Lúpus Eritematoso Sistêmico?

O sistema imunológico normalmente combate as infecções e bactérias perigosas para manter o corpo saudável.

Uma doença autoimune ocorre quando o sistema imunológico ataca o próprio corpo porque o confunde com algo externo.

Há muitas doenças autoimunes, incluindo lúpus eritematoso sistêmico (LES).

LES é também conhecido como lúpus discoide ou lúpus eritematoso disseminado.

Apesar de “lupus”, na verdade, inclui uma série de diferentes doenças, o LES é o tipo mais comum de lúpus, e quando as pessoas dizem “lupus”, eles são muitas vezes se referindo ao LES.

O LES é uma doença crônica que pode ter fases de piora dos sintomas que alternam com períodos de sintomas leves.

Felizmente, a maioria das pessoas com LES leva uma vida normal.

dieta.blog.br-lupus-eritematoso-sistemico-tem-cura-causas-e-sintomas

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) Lúpus Eritematoso Sistêmico Causas, Sintomas e Tratamentos

Tratamento para Lúpus

Deixe seu comentário no vídeo acima!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

 

> CAUSAS

A causa exata do LES é desconhecida, mas vários fatores têm sido associadas com a doença.

– Genética A doença não está ligada a um determinado gene, mas as pessoas com doença de lúpus têm, frequentemente, os membros da família com outras doenças autoimunes.
– Ambiente Pode haver causas ambientais, como raios ultravioletas, certos medicamentos, um vírus, estresse físico ou emocional e trauma.
– Sexo e Hormônios

LES afeta mais mulheres do que homens. As mulheres também experimentam o agravamento dos sintomas durante a gravidez e com os seus períodos menstruais.

Ambas estas levaram alguns profissionais médicos a acreditarem que o hormônio feminino (estrogénio) pode desempenhar um papel na causa do LES. No entanto, mais estudos ainda são necessários para provar esta teoria.

 

> SINTOMAS

Os sintomas podem variar e mudar ao longo do tempo. Os sintomas mais comuns incluem:

fadiga severa
– dor nas articulações ou inchados
dores de cabeça
– erupções nas bochechas e nariz chamado “borboleta”
– perda de cabelo
anemia
– problemas de coagulação do sangue
– Síndrome de Raynaud

Outros sintomas dependem da parte do corpo onde a doença está, tais como o trato digestivo, do coração, ou da pele.

Sintomas do lúpus também são sintomas de muitas outras doenças, o que torna o diagnóstico difícil. Se você tiver algum destes sintomas, consulte o seu médico.

Ele pode executar testes para coletar as informações necessárias para fazer um diagnóstico preciso.

 

> DIAGNÓSTICO

O seu médico irá fazer um exame físico e verificar se há sinais típicos de lúpus.

Não há um único teste de diagnóstico, mas a exames que podem ajudar o seu médico a chegar a um diagnóstico informado que incluem: exames de sangue, tais como testes de anticorpos e um hemograma completo, exame de urina e radiografia de tórax.

O clínico geral pode te encaminhar a um médico chamado um reumatologista.

Reumatologistas especializados no tratamento de doenças dos tecidos articulares e moles e doenças autoimunes.

 

> TRATAMENTO

O tratamento para o LES não é a cura, o objetivo é aliviar os sintomas. O tratamento pode variar, dependendo de quão grave são os seus sintomas e quais partes do seu corpo são afetadas. Os tratamentos podem incluir:
– medicamentos anti-inflamatórios para a dor articular e rigidez
– cremes esteroides para erupções
– corticosteroides de diferentes doses para minimizar a resposta imunitária
– antimaláricos para a pele e problemas nas articulações
Converse com seu médico sobre a sua dieta e hábitos de vida. Ele pode recomendar comer ou evitar certos alimentos e minimizar o estresse para reduzir a probabilidade de ter certos sintomas.

 

> COMPLICAÇÕES

Infelizmente, ao longo do tempo, o LES pode danificar ou causar complicações nos sistemas em todo o seu corpo.

As possíveis complicações podem incluir coágulos sanguíneos, inflamação do coração, acidente vascular cerebral e pulmonar.

LES pode ter efeitos negativos graves sobre o seu corpo durante a gravidez, e pode levar a complicações na gravidez e até mesmo aborto. Converse com seu médico sobre formas de reduzir o risco dessas complicações.

ATUALIZADO: 04.05.17

 

Uma receita simples e fácil ajudou mãe brasileira eliminar 13kg em apenas 3 meses2

 

>> Recomendamos Para Você:

Você mais Magra DEFINITIVAMENTE!

Você mais Magra DEFINITIVAMENTE!

Recomendados para você: