Saúde

ESCLEROSE MÚLTIPLA: Sintomas, Causas e Como Tratar

 

 

A esclerose múltipla (EM) é uma doença com sintomas imprevisíveis que podem variar em intensidade.

Enquanto algumas pessoas só têm fadiga e dormência, casos graves podem causar paralisia, visão perda e diminuição da função do cérebro.

EM afeta cerca de 2,5 milhões de pessoas em todo o mundo e afeta mulheres duas vezes mais que os homens.

A história familiar também é um importante fator de risco.

 

→ PRINCIPAIS DICAS FINAL DO ARTIGO

dieta.blog.br-esclereso-multipla-sintomas-causas-e-como-tratar

 

>> Recomendamos para Você:

 

Quer ver depoimentos e dicas sobre Esclerose Múltipla

Deixe seu comentário no vídeo abaixo!

Trabalhamos com amor e dentro do possível seu comentário será respondido!

Este conteúdo não substitui uma consulta medica!

#dietablogbr

 

(VÍDEO) → Incríveis Remédios Caseiros Para Esclerose Múltipla

 

>> O que é Esclerose Múltipla?

A esclerose múltipla diagnostico é uma doença autoimune progressiva onde as coberturas de proteção para as células nervosas são danificadas, fazendo com que a função diminua no cérebro e coluna espinal.

Em essência, a parte do seu corpo que mantém você ataca partes saudáveis importantes da sua função cotidiana.

Apesar de ter sido descoberto em 1868, a causa da EM permanece em grande parte um mistério.

Os investigadores sabem que os danos nos nervos é causado pela inflamação, mas a causa da inflamação é ainda desconhecida.

 

>> Problemas de Visão

Os primeiros sinais mais comuns da esclerose múltipla são problemas de visão, clinicamente chamado de “neurite óptica.”

A inflamação afeta o nervo óptico e atrapalha a visão central de uma pessoa.

Isso pode levar a visão turva em um ou ambos os olhos, visão dupla ou perda de contraste.

 

>> Formigamento e Dormência

EM afeta os nervos no cérebro e na coluna vertebral (centro de mensagens do corpo), ele pode enviar sinais contraditórios ao redor do corpo.

Os lugares mais comuns de dormência incluem o rosto, braços, pernas e dedos.

 

>> Dor e espasmos

A dor crônica e espasmos musculares involuntários, também são comuns com esclerose múltipla tratamento.

Um estudo mostrou que metade dos pacientes com EM tinham ou dor crônica.

Rigidez muscular ou espasmos também são comuns e envolvem sentimentos de músculos ou articulações, bem como incontroláveis, movimentos bruscos dolorosos nas extremidades.

As pernas são mais frequentemente afetadas, mas a dor nas costas também é comum.

 

>> Fadiga e Fraqueza

Inexplicável fadiga e fraqueza afeta cerca de 80 por cento das pessoas nos estágios iniciais de EM.

A fadiga crônica ocorre quando nervos se deterioram na coluna vertebral.

Normalmente, a fadiga aparece de repente e dura por semanas antes de melhorar.

Na primeira, a fraqueza é mais perceptível nas pernas.

 

>> Problemas de Equilíbrio e Tonturas

Tonturas e problemas de coordenação e equilíbrio estão entre os problemas de mobilidade mais comuns em pessoas com EM.

A doença pode impedir a liberdade dos movimentos, porque as pessoas muitas vezes sentem vertigens, tonturas, ou como se tudo estivesse girando.

Combinado com outros sintomas físicos, problemas de equilíbrio diminuem a mobilidade de alguém com EM.

 

>> Bexiga, Intestino e Disfunção Sexual

A bexiga disfuncional é outro sintoma que ocorre em até 80 por cento das pessoas com esclerose múltipla tem cura.

Isso pode incluir urinar com frequência, fortes impulsos ao urinar ou incapacidade de segurar a urina, seja durante o dia ou noite.

Felizmente, os sintomas relacionados com a urina são frequentemente gerenciável. Menos frequentemente, as pessoas com EM também experimentam a constipação, diarreia ou perda de controle do intestino.

A excitação sexual também pode ser um problema para pessoas com EM porque começa no sistema nervoso central, onde há ataques de EM.

 

>> Problemas Cognitivos

Cerca de metade das pessoas com esclerose múltipla vai desenvolver algum tipo de impedimento para a sua função cognitiva.

Isso pode incluir:

– Problemas de memória
– Diminuição na capacidade de atenção
– Problemas de linguagem
– Dificuldade em permanecer organizado
– Problemas mentais, depressão e outros problemas de saúde emocional são comuns

 

>> Saúde Emocional

A depressão maior é comum entre as pessoas com esclerose múltipla, de acordo com alguns estudos.

Junto com a depressão, o estresse da EM também pode causar irritabilidade, alterações de humor, e uma condição chamada pseudobulbar (choro incontrolável e risada).

Lidar com os sintomas da EM, juntamente com relacionamento familiares e de amizades, pode fazer a depressão e outros distúrbios emocionais ainda mais desafiadores.

 

>> Outros Sintomas

Nem todos com EM terá os mesmos sintomas. Durante os “ataques”, diferentes sintomas podem se manifestar.

Juntamente com os sintomas mencionados anteriormente, a esclerose múltipla óssea pode também causar:

– Perda de audição
– Convulsões
– Tremor incontrolável
– Problemas respiratórios
– Fala arrastada
– Dificuldade para engolir

ATUALIZADO: 28.03.18

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ »
→ Kiwi
→ Vinagre de Maça
→ Dieta
→ Dieta da Agua
→ Dieta para Emagrecer
→ Semolina
→ Batata Doce
→ Xanax
→ Dieta Cetogenica
→ Intoxicação Alimentar
→ Cha Verde
→ Remedio para Emagrecer