Dieta Constipação Intestinal e Diarreia: Cardápio Completo

Tudo Sobre Dieta Constipação Intestinal e Diarreia: Cardápio Completo

dieta constipacao intestinal e diarreia

ALIMENTOS QUE PREVINEM A CONSTIPAÇÃO

Quer Prevenir Obstipação de Forma Natural?  Cardápio completo da Dieta Constipação Intestinal e Diarreia.

Movimentos intestinais regulares são necessários para remover toxinas e resíduos do nosso corpo. É importante consumir uma variedade de alimentos que deixam as fezes mais “moles”.

Alimentos processados e refinados, alimentos gordurosos, álcool e laticínios podem causar prisão de ventre, uma condição gastrointestinal, muitas vezes são esses alimentos que estão te causando evacuações irregulares, ou fezes secas, duras.

Essa condição ocorre quando as toxinas e resíduos se movem lentamente através do seu sistema digestivo e do intestino. Dependendo da gravidade, a constipação pode durar um dia ou persistir durante semanas.

Dieta Constipação Intestinal e Diarreia Cardápio Completo

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Constipação Intestinal: Dicas e Informações Nutricionais

 

(VÍDEO) Constipação Intestinal

 

(VÍDEO) Constipação Intestinal

> Sintomas

Os sintomas podem incluir: fadiga, evacuações dolorosas, fezes duras/secas, inchaço e cólicas abdominais.

A constipação também pode dar inicio a perturbações gastrointestinais, como: a colite ulcerosa, síndrome do intestino irritável, doença de Crohn e diverticulite.

 

> Tratamento

Laxantes podem ser usados para soltar ou amolecer as fezes, mas esses remédios só funcionam por um curto período de tempo.

Além disso, o uso de laxantes por um longo período de tempo, pode realmente fazer mais mal do que bem, porque eles podem interferir com a capacidade do seu corpo de eliminar resíduos e toxinas naturalmente.

A melhor maneira de tratar ou prevenir a constipação é incluir alimentos que suavizam as fezes, na sua alimentação do dia a dia.

Tome mais água e alimentos ricos em fibras, eles não só irão regular os movimentos do intestino, mas também reduzir o risco de prisão de ventre.

 

> Ameixas

Um alimento que suaviza as fezes é as ameixas. Ameixas secas podem ajudar a soltar as fezes.

Estes frutos saudáveis são ricos em fibras, antioxidantes, minerais, sorbitol e cetim (um composto cristalino); substâncias que podem ter um efeito relaxante no seu corpo e evitar que os radicais livres interrompam seu processo digestivo e danifiquem o revestimento intestinal.

Ameixas secas também podem dar forças as contrações musculares intestinais (para eliminar as toxinas e resíduos) e diminuir a inflamação intestinal.

Pegue um punhado de ameixas, quando você sentir inchado, porque não vai ao banheiro a bastante tempo.

 

> Maçãs

Outra boa comida para o movimento do intestino é as maçãs. Ela é rica em pectina (um tipo de fibra) e vitamina C, uma vitamina solúvel em água que fortalece o sistema imunológico, protege o corpo dos radicais livres e reduz o risco de constipação intestinal.

Elas também têm um alto teor de água, o que acelera o movimento de toxinas e resíduos através do seu intestino.

Os alimentos que suavizam as fezes, como maçãs, contêm pequenas sementes que são facilmente absorvidas pelo sistema digestivo e eliminadas do seu corpo.

As maçãs têm a capacidade de suavizar as fezes e aliviar a constipação em questão de horas.

 

> Feno-grego

O feno-grego é outro alimento laxante que é usado como um remédio para a constipação. Ele é uma erva rica em fibras.

É importante notar que o seu efeito quanto a constipação ou amolecimento das fezes não tem sido cientificamente comprovada para a segurança ou a eficácia neste momento.

Outros alimentos à base de plantas que suavizam as fezes incluem: degrada cascara e senna em folhas. Contate seu médico antes de usar ervas para tratar a constipação e as fezes secas e duras.

 

> Linhaça

Outro alimento para ajudar a aliviar a constipação é a linhaça. Ela é rica em fibras, ácidos graxos e gorduras saudáveis que amolecem as fezes e aliviam a constipação.

A melhor maneira de usar linhaça como um laxante é adicionar 2 colheres de sopa de semente de linhaça no seu cereal ou com as refeições.

 

> Farelo de Cereais

Outros alimentos que suavizam as fezes incluem farelo de cereais. Farelo de cereais são ricos em fibras, o que ajuda na digestão e nos movimentos intestinais regulares.

Ele também pode aliviar dores de estômago, muitas vezes associada à constipação.

Outros cereais que suavizam as fezes são: creme de trigo e grãos. Coma mais fibra, e coloque mais amêndoas no seu farelo de cereal.

 

> Cenouras

As cenouras são alimentos que evitam a dor de barriga. Vegetais crus, como cenoura, não só aumentam a quantidade de oxigênio transportado para o intestino, como também ajudam na digestão e suavizam as fezes.

Outros alimentos que ajudam a amolecer as fezes incluem: brócolis, verduras, couve, aipo e alface.

 

> Água e líquidos quentes

A água e líquidos quentes podem amolecer as fezes. Os líquidos podem ajudar a aliviar a pressão no seu intestino causada por fezes duras e secas.

Além disso, os líquidos quentes, como café, água de limão e chá quente são considerados laxantes naturais que empurram os resíduos e toxinas.

Beba cerca de 2 litros de líquidos (de preferência água) por dia pode ajudar nos movimentos intestinais regulares e diminuir o risco de prisão de ventre.

 

> Feijões

Leguminosas como o feijão e a soja, são ricos em cálcio, zinco, ferro, proteínas e fibras, nutrientes que suavizam as fezes, regulam os movimentos intestinais normais, ajudam na digestão, reparam lesões e fortalecer seu sistema imunológico.

Adicione o feijão em sua dieta do dia a dia.

 

> Suco de Aloe Vera

Outro laxante natural é suco de Aloe Vera. Este tipo de suco pode ser comprado na farmácia, supermercado ou loja de alimentos saudáveis .

É considerado um laxante natural que pode acelerar a eliminação de toxinas e resíduos.

Ele também pode suavizar fezes duras e secas e estimular os movimentos intestinais regulares. É importante seguir as instruções na garrafa, para evitar dor adnominal e cãibras.

Você também pode comprar Aloe Vera em forma de ervas secas, mas o suco fornece o máximo de benefícios.

> Damascos secos

Os damascos secos são frutas que ajudam com a prisão de ventre. Eles são ricos em fibras, que ajudam na digestão.

Quando os damascos secos entram em contato com seus fluidos digestivos eles amolecem e soltam suas fezes.

Outros alimentos ricos em fibras que suavizam fezes incluem: morangos, amoras, peras, bananas e abacates.

 

> Iogurte

O iogurte é rico em probióticos, bactérias saudáveis que ajudam a manter o seu sistema digestivo e do intestino saudável.

Esse alimento gostoso, aumenta, facilita e melhorar a consistência e frequência dos seus movimentos intestinais.

Outros alimentos probióticos bons para a constipação e/ou fezes secas incluem: chucrute e chá Kombucha.

 

> Amêndoas

Um dos melhores alimentos para a constipação é as amêndoas. Amêndoas contêm uma grande quantidade de fibra, que amolece as fezes e alivia a constipação.

Estas nozes ajudam a mover os alimentos, toxinas e resíduos através do seu intestino.

É importante beber muita água com as amêndoas para prevenir a constipação. Reduza o risco de constipação mastigando de 10 a 15 amêndoas por dia.

 

(VÍDEO) Não Sofra com a Constipação Intestinal na Gestação

 

>>> Cardápio para soltar o intestino

 

Café da Manhã

  • Opção 1: 02 fatias de pão de forma integral, 01 fatia de queijo branco, 02 ameixas pretas
  • Opção 2: 01 xícara de leite com café, 02 fatias de pão integral, 01 fatia de peito de peru
  • Opção 3: 02 cookies integrais, 01 col sobremesa de geleia, 01 pêra
  • Opção 4: 01 copo de suco de laranja, 01 iogurte natural, 01 col sopa de granola

 

Lanche da Manhã

 

Almoço

  • Opção 1: 01 pires de salada de folhas verdes, 02 pegadores de macarrão integral, 01 posta de peixe assado
  • Opção 2: 01 prato de sobremesa de salada de alface e repolho,02 col sopa de arroz integral, 01 col sopa de lentilha, 02 col sopa de abobrinha,02 col sopa de carne moída
  • Opção 3: 01 prato de sobremesa de rúcula e rabanete, 01 filé de peixe assado, 01 col servir de arroz integral
  • Opção 4: 01 pires de salada de agrião com tomate,02 col sopa de arroz integral,01 concha pequena de feijão, 02 col sopa de carne magra bovina cozida

 

Café da Tarde

  • Opção 1: 01 taça de salada de frutas, 01 col sobremesa de farelo de trigo
  • Opção 2: 01 xícara de iogurte de frutas vermelhas
  • Opção 3: 01 cacho de uvas
  • Opção 4: 01 caqui

 

Jantar

  • Opção 1: 01 pires de salada de acelga, rúcula e almeirão, 02 col sopa de arroz integral, 1 filé de frango grelhado, 02 col, sopa de cenoura ralada
  • Opção 2: 1 prato de sobremesa de salada de trigo, 01 ovo cozido, 01 pires de salada de agrião e palmito
  • Opção 3: 01 fatia de lombo assado,02 col sopa de tabule, 01 xícara de salada de folhas picadas
  • Opção 4: 01 pedaço de quibe assado, 01 prato de sobremesa de salada de alface e espinafre

 

Ceia

  • Opção 1: 01 maçã com casca
  • Opção 2: 01 fatia de mamão formosa
  • Opção 3: 01 banana nanica
  • Opção 4: 02 ameixas vermelhas

 

Constipação e síndrome do intestino irritável (SII)

Constipação, tanto crônica e intermitente, é muitas vezes um sintoma de síndrome do intestino irritável, como definido pelas diretrizes de diagnóstico Roma.

Prisão de ventre como uma parte da síndrome do intestino irritável, muitas vezes tem inchaço e dor abdominal como sintomas associados, e a IBS constipação esta relacionado a alternar com diarreia também.Oque é constipação?

A constipação é a passagem de pequenas quantidades de movimentos rígidos intestinais secos, geralmente menos de três vezes em uma semana.

As pessoas que estão constipadas podem achar difíceis e dolorosas ao ter uma evacuação.

Outros sintomas da constipação incluem a sensação de inchaço, desconfortável e lento.

Em um momento ou outro, quase todo mundo fica constipado.

A má alimentação e a falta de exercício são geralmente as causas da constipação de curto prazo.

Na maioria destes casos, a constipação é temporária e sem gravidade.

A constipação crônica, em longo prazo pode ocorrer a partir de distúrbios como a síndrome do intestino irritável.

Compreender essas causas, a prevenção e o tratamento da constipação vai ajudar a maioria das pessoas a o encontrarem alívio.

Quem ganha com a constipação imunidade

A vitamina C presente nas laranjas aumenta a produção de glóbulos brancos que ainda

De acordo com a pesquisa de 1996 do National Health Interview, cerca de 3 milhões de pessoas nos Estados Unidos têm frequente constipação.

Aquela constipação com relatórios na maioria das vezes são mulheres e adultos acima de 65 anos de idade.

As mulheres grávidas podem ter uma prisão de ventre, e é um problema comum após o parto ou cirurgia.

A constipação é uma das queixas gastrointestinais mais comuns nos Estados

Unidos e no Brasil, resultando em cerca de 2 milhões de consultas médicas por ano.

No entanto, as maiorias das pessoas se tratam sem procurar uma ajuda médica, como são evidentes, os milhões de dólares norte-americanos gastam em laxantes cada ano.

 

O que fazer com a constipação

Para entender a constipação, que ajuda, a saber, como o cólon (intestino grosso) funciona.

Como os alimentos se movem através do cólon, ele absorve água enquanto formando resíduos de produtos, ou fezes.

Contrações musculares no cólon empurrar as fezes em direção ao reto.

Pelas fezes ao tempo atinge o reto, que é sólido, porque a maior parte da água tenha sido absorvida.

As fezes duras e secas de constipação ocorrem quando o cólon absorve muita água ou se as contrações musculares do cólon que são lentos ou indolentes, fazendo com que as fezes se movam através do cólon muito lentamente.

As causas mais comuns da constipação são:

• Não ter bastante fibra (solúveis e insolúveis) na dieta.

• Líquidos não o suficiente.

• Falta de exercício.

• Medicamentos.

• Síndrome do Cólon Irritável mudanças.

• Na vida ou rotina, como gravidez, idade avançada, e os abusos de Laxantes.

• Ignorando o desejo de ter uma evacuação

• AVC

• Problemas com o cólon e reto

• Problemas com a função intestinal (prisão do ventre idiopática crónica) fibra não suficiente na dieta.

A causa mais comum de constipação é uma dieta pobre em fibras e rica em gorduras e proteínas de animais encontradas em carnes, laticínios e ovos.

As pessoas que comem com abundância alimentos ricos em fibras são menos propensos a tornar-se constipado, porem as fibras devem ser comidos com cuidado se você tem prisão do ventre da Síndrome do Cólon Irritável.

Fibras tanto solúveis e insolúveis é a parte de frutas, legumes e grãos que o corpo não consegue digerir.

A fibra solúvel se dissolve facilmente em água e tem uma textura macia, semelhante a gel nos intestinos.

A fibra insolúvel passa através dos intestinos quase inalterados.

O volume e textura macia de fibras ajudam evitar fezes duras e secas que são difíceis de passar.

Ambas as formas de fibra são críticas para aliviar e prevenir IBS constipação.

De acordo com o Centro Nacional de Estatísticas da Saúde, as pessoas comem uma média de 5 a 14 gramas de fibra por dia,

Muito além do mínimo de 20 a 35 gramas recomendados pela American

 

Dietetic Association.

Uma dieta pobre em fibras também desempenha um papel fundamental na constipação entre os adultos mais velhos, que podem perdem o interesse em comer e escolhem alimentos pobres em fibras.

Além disso, as dificuldades com a mastigação ou deglutição podem forçar as pessoas mais velhas para que comam alimentos macios que são pobres em fibras.

Ingestão de macro nutriente, micronutriente e outros constituintes dietéticos.

Os líquidos não são suficientes.

Os líquidos como água e o suco de adicionar fluido para o cólon e massa de fezes, tornando os movimentos intestinais mais suaves e mais fáceis de passar.

As pessoas que têm problemas com a constipação devem beber o suficiente destes líquidos todos os dias, pelo menos oito copos de 8 onças.

Líquidos que contenham cafeína, como café, refrigerantes e bebidas alcoólicas, tem um efeito desidratante.

Estes líquidos também são irritantes do trato GI, e pode agravar a constipação em Síndrome do Cólon Irritável.

 

A falta de exercício.

A falta de exercício pode levar à constipação. Por exemplo, constipação, muitas vezes ocorre após um acidente ou durante uma doença quando é preciso ficar na cama e não poder exercer.

• Um estilo de vida sedentário é uma das principais causas da constipação.

• Medicamentos.

• Alguns medicamentos podem causar prisão de ventre.

• Neles estão incluídos:

• Medicamentos para a dor (especialmente narcóticos)

• Antiácidos que contenham alumínio e cálcio.

• Medicamentos de pressão arterial (bloqueadores dos canais de cálcio)

• Medicamentos antiparkinsonianos

• Antiespasmódicos

• Antidepressivos

• Os suplementos de ferro

• Diuréticos

• E anticonvulsivantes de Síndromes do Intestino Irritável (SII).

Algumas pessoas com SII, também conhecida como cólon espástico, tem espasmos no cólon que afetam os movimentos intestinais.

A constipação pode predominar, ou a prisão do ventre e diarreia que pode alternar.

Cólicas abdominais, flatulência e inchaço são outras queixas comuns.

As mudanças dietéticas são altamente eficazes para o gerenciamento de constipação de IBS. Mudanças na vida ou rotina.

Durante a gravidez, as mulheres podem estar constipadas devido a alterações hormonais ou porque o peso do útero comprime o intestino.

O envelhecimento também pode afetar a regularidade intestinal, porque em um metabolismo mais lento resulta em menos atividade intestinal e tônus muscular.

Além disso, as pessoas muitas vezes tornarem-se constipado, quando viajam porque suas rotinas de dieta e diárias normais são interrompidas.

 

Abuso de laxantes.

Mitos sobre a constipação levaram a um grave abuso de laxantes.

Laxantes geralmente não são necessários e podem ser formadoras de hábito.

O cólon começa a contar com laxantes sobre os movimentos intestinais.

Ao longo do tempo, os laxantes podem danificar as células nervosas no cólon e interferir com a capacidade natural do cólon para contrair.

Pela mesma razão, o uso regular de enemas também pode levar a uma perda da função intestinal normal. Ignorando o desejo de ter uma evacuação.

As pessoas que ignoram o desejo de ter uma evacuação podem eventualmente parar de se sentir à vontade, o que pode levar a constipação.

Algumas pessoas atrasam a ter uma evacuação porque elas não querem usar o banheiro fora de casa.

Outros ignoram o impulso por causa do stress emocional ou porque eles estão muito ocupados.

As crianças podem adiar a ter um movimento intestinal por causa do treinamento do toalete estressante ou porque não querer interromper seu jogo.

 

Doenças Específicas.

As doenças que causam a constipação incluem distúrbios neurológicos, distúrbios metabólicos e endócrinos e condições sistêmicas que afetam sistemas de órgãos.

Esses distúrbios podem retardar o movimento das fezes através do cólon, reto ou ânus.

Vários tipos de doenças podem causar prisão de ventre:

• Perturbações Neurológicas

• Esclerose múltipla como doença de Parkinson.

• Idiopática crónica

• Pseudo-obstrução intestinal

• AVC

• Lesões da medula espinhal

• Metabólicas condições endócrinas

Diabetes

• Hiperatividade da tireoide

• Hiperativa uremia hipercalcêmica

• Doenças sistêmicas amyloidosislupus esclerodermia

• Problemas com cólon e reto a obstrução intestinal

• Tecido cicatricial (aderências),

• Diverticulose

• Tumores,

• Estenose

• Colorretal

• Doença de Hirschsprung,

Ou câncer que pode comprimir apertar, ou estreitar o intestino e reto e causar prisão de ventre.

Problemas com função intestinal (idiopática crónica constipação).

Algumas pessoas que têm constipação crônica, e que não fazem o tratamento padrão.

Esta condição rara, conhecida como idiopática constipação crônica (de origem desconhecida), pode estar relacionada a problemas com a função intestinal, tais como problemas com o controle hormonal ou com nervos e músculos do cólon, reto ou ânus.

Constipação funcional ocorre em crianças e adultos e é mais comum em mulheres.

Inércia colônica é o trânsito que atrasaram dois tipos de constipação funcional causada pela diminuição da atividade muscular no cólon.

Essas síndromes podem afetar todo o cólon ou pode ser confinada a parte inferior do cólon ou sigmóide.

A constipação funcional que deriva de anormalidades na estrutura do ânus e reto é conhecida como disfunção anorretal ou anismus.

Estas anormalidades resultar em uma incapacidade de relaxar o músculo do reto e do ânus que permitem fezes saírem.

 

(VÍDEO) É Bom Saber – Constipação Intestinal

 

Para que os testes de diagnósticos da constipação são usados.

A maioria das pessoas com constipação não precisa de extensos testes e pode ser tratada com mudanças na dieta e exercício.

Por exemplo, em pessoas jovens com sintomas leves, uma história clínica e exame físico podem ser tudo o que o médico precisa sugerir um tratamento bem sucedido.

Os testes que o médico realiza dependerão da duração e gravidade da constipação, e idade da pessoa, e se há sangue nas fezes, as mudanças recentes nos movimentos intestinais, ou perda de peso possa ter ocorrido.

 

História médica

O médico pode pedir a um paciente para descrever sua prisão de ventre, incluindo a duração dos sintomas, a frequência de evacuações, a consistência das fezes, a presença de sangue nas fezes, e os hábitos de higiene (como frequentemente e onde se tem movimentos intestinais).

Um registro de hábitos alimentares, medicamentos e nível de atividade física ou exercício também irá ajudar o médico a determinar a causa da constipação.

A definição clínica da constipação é qualquer dois dos seguintes sintomas durante pelo menos 12 semanas (não necessariamente consecutivas) nos 12 meses anteriores:

• Esforço durante as evacuações irregularmente ou fezes duras

• Sensação de evacuação incompleta

• Sensação de anorretal bloqueio

• Obstrução pelo menos de três evacuações por semana

 

Exame físico

O exame físico pode incluir um exame retal com um dedo de luva, lubrificada para avaliar o tom de o músculo que fecha o ânus (esfíncter anal) e para detectar a ternura, obstrução, ou sangue.

Em alguns casos, exames de sangue e de tireoide podem ser necessários para olhar a doença da tireoide e cálcio sérico ou para descartar inflamações, neoplásicas, metabólicas e outras doenças sistêmicas.

Extensos testes normalmente são reservados para as pessoas com sintomas graves, para aqueles com mudanças bruscas no número e consistência das fezes ou sangue nas fezes, e para adultos mais velhos.

Testes adicionais que podem ser utilizados para avaliar a constipação incluem:

 

Estudo de trânsito do colorretal

Os testes de função anorretal por causa de um aumento do risco de cancro colo-retal em adultos mais velhos.

O médico pode utilizar testes para descartar o diagnóstico de câncer, incluindo:

  • Enema de bário raios-X.
  • Sigmoidoscopia ou colonoscopia
  • Estudo de trânsito colorretal

Este teste, esta reservada para aqueles com constipação crónica, mostra o quão bem o alimento se move através do cólon.

O paciente engole cápsulas contendo pequenos marcadores que são visíveis em um raio-X.

O movimento dos marcadores através do cólon é monitorizado com raios X abdominais várias vezes de 3 a 7 dias após a cápsula que é engolida.

O paciente segue uma dieta rica em fibras durante o curso deste teste.

 

Testes de função anorretal.

Estes testes são para diagnosticar a constipação causada por funcionamento anormal do (função anorretal) ânus ou reto.

A manometria anorretal avalia a função músculo do esfíncter anal.

Para este teste, um cateter ou balão cheio de ar inserido no ânus está lentamente puxado para trás através do músculo do esfíncter para medir o tônus muscular e contrações.

Defecografia é um raio-X da área anorretal que avalia integralidade da eliminação de fezes, identifica anomalias anorretais, e avalia as contrações do músculo reto e relaxamento.

Durante o exame, o médico enche o reto com uma pasta macia que é a mesma consistência das fezes.

O paciente senta-se em um vaso sanitário posicionado dentro de uma máquina de raios x e depois relaxa e aperta o ânus para expulsar o colar.

O médico estuda os raios x para problemas anorretais que ocorreram como a pasta foi expulsa.

 

Enema de bário raio x.

Este exame envolve a visualização do reto, cólon, e parte inferior do intestino delgado para localizar quaisquer problemas.

Esta parte do trato digestivo é conhecida como o intestino. Este teste pode mostrar obstrução intestinal e doença de Hirschsprung, a falta de nervos dentro do cólon.

Na noite anterior ao teste, a limpeza do intestino, também chamado preparação intestinal, é necessário limpar o trato digestivo inferior.

O paciente bebe um líquido especial para expulsar o intestino.

Um intestino limpo é importante, porque mesmo uma pequena quantidade de fezes no cólon pode esconder alguns detalhes e resultar em um exame incompleto.

Porque o cólon não pode aparecer bem em raios x, o médico preenche com bário, um líquido calcário que faz a área visível.

Uma vez que os casacos mistura o interior do cólon e do reto, raios x são tomados que revelam sua forma e condição.

O paciente pode sentir um pouco de cólicas abdominais quando o bário enche o cólon, mas geralmente se sente pouco desconforto após o procedimento.

Fezes pode ser uma cor esbranquiçada durante alguns dias após o exame.

 

Sigmoidoscopia ou colonoscopia.

Um exame do reto e inferior (sigmóide) cólon é chamado uma sigmoidoscopia.

Um exame do reto e do cólon inteiro é chamado uma colonoscopia.

O paciente geralmente tem um jantar líquido à noite antes de uma sigmoidoscopia e toma um enema cedo na manhã seguinte.

Um pequeno-almoço leve e um enema de limpeza de uma hora antes do ensaio podem ser necessários.

Para realizar uma sigmoidoscopia, o médico utiliza longo de um tubo flexível com uma luz na extremidade chamado um sigmoidoscópio para visualizar o reto e cólon inferior.

Primeiro, o médico examina o reto com um dedo de luva e lubrificado.

Em seguida, o sigmoidoscópio é inserido através do ânus para o reto e cólon inferior.

O procedimento pode causar uma sensação leve de querer mover os intestinos e pressão abdominal.

Às vezes o médico preenche o cólon com ar para obter uma visão melhor. O ar pode causar cólicas leves.

Para realizar uma colonoscopia, o médico usa um tubo flexível com uma luz na extremidade chamado colonoscópio para ver todo o cólon.

Este tubo é mais longo do que um sigmoidoscópio.

O mesmo limpeza intestinal utilizado para o bário de raio-x é necessário para limpar o intestino de resíduos.

 

O paciente é levemente sedado antes do exame.

Durante o exame, o paciente encontra-se em seu lado e o médico insere o tubo através do ânus e do reto para o cólon.

Se uma anomalia é visto, o médico pode utilizar a colonoscope para remover um pequeno pedaço de tecido para exame (biópsia).

O paciente pode sentir gasoso e inchado após o procedimento.

Quais são os tratamentos de constipação?

Embora o tratamento dependa da causa, gravidade e duração, na maioria dos casos mudanças na dieta e estilo de vida vão ajudar a aliviar os sintomas de constipação e ajudar a preveni-la.

Uma dieta com fibra é o suficiente (20 a 35 gramas por dia, no mínimo) que ajuda a formar fezes moles, volumosos.

É crucial para a constipação IBS que a dieta seja baseada em fibras solúveis, com a incorporação cuidadosa de fibra insolúvel de alimentos.

Alimentos que desencadeiam devem ser completamente evitados.

Estilo de vida mudanças outras alterações que podem ajudar a tratar e prevenir a constipação inclui:

Beber bastante água e outros líquidos, como sucos de frutas e vegetais e sopas claras, a prática de exercício diário, e reservando tempo suficiente para ter uma evacuação.

Além disso, o desejo de ter uma evacuação não deve ser ignorado.

Yoga é uma forma particularmente benéfica do exercício para a constipação.

Hipnoterapia é altamente eficaz para IBS constipação.

 

Outros Tratamentos

O tratamento pode ser dirigido para uma causa específica.

Por exemplo, o médico pode recomendar a interrupção do medicamento ou a realização de cirurgia para corrigir um problema anorretal tais como prolapso retal.

As pessoas com constipação crônica causada por disfunção anorretal pode usar biofeedback para treinar novamente os músculos que controlam a liberação de evacuações.

Biofeedback envolve o uso de um sensor para monitorar a atividade do músculo que, ao mesmo tempo pode ser exibido em uma tela de computador, permitindo uma avaliação precisa das funções do corpo.

Um profissional de saúde utiliza esta informação para ajudar o paciente aprender a usar esses músculos.

A remoção cirúrgica do cólon pode ser uma opção para as pessoas com sintomas graves causados pela inércia colônica.

No entanto, os benefícios desta cirurgia são pesados contra possíveis complicações, que incluem dor abdominal e diarreia.

 

Pode constipação ser algo sério?

Às vezes, as constipações podem levar a complicações.

Estas complicações incluem hemorroidas causadas por se esforçando para ter uma evacuação ou fissuras anais (lágrimas na pele ao redor do ânus) causadas quando fezes duras estica o músculo do esfíncter.

Como resultado, pode ocorrer o sangramento retal, aparecem estrias como vermelho brilhante sobre a superfície das fezes.

Tratamento para hemorroidas podem incluir banhos quentes banheira, compressas de gelo, e a aplicação de um creme especial para a área afetada.

Os tratamentos para a fissura anal podem incluir alongamento do músculo do esfíncter ou remoção cirúrgica do tecido ou pele na área afetada.

Às vezes, esticando faz com que uma pequena quantidade de forro intestinal que empurra para fora a partir da abertura anal.

Esta condição, conhecida como prolapso retal, pode levar a secreção de muco a partir do ânus.

Normalmente, eliminando a causa do prolapso, tal como esticando ou a tosse, é o único tratamento necessário.

Prolapso grave ou crônica requer cirurgia para fortalecer e aperte o músculo do esfíncter anal ou para reparar o revestimento prolapso.

A constipação também pode causar fezes duras para embalar o intestino e o reto com tanta força que a ação de pressão normal do cólon não é suficiente para expelir as fezes.

Esta condição, chamada impacto fecal, ocorre mais frequentemente em crianças e adultos mais velhos.

Um impacto pode ser amolecido com óleo mineral tomado por via oral e por um enema.

Após suavizando a impacto, o médico pode quebrar e remover parte das fezes endurecidas através da inserção de um ou dois dedos no ânus.

 

Ponto para se lembrar sobre a constipação

A constipação afeta quase todos em um momento ou outro.

As causas mais comuns da constipação são pobres dietas, ingestão insuficiente de água, e a falta de exercício.

Outras causas de constipação incluem medicamentos, síndrome do intestino irritável, abuso de laxantes e doenças específicas.

A história médica e exame físico podem ser os únicos testes de diagnóstico necessários antes que o médico sugere tratamento.

Em maioria dos casos, seguindo estas dicas simples irá ajudar a aliviar os sintomas e prevenir a recorrência de prisão de ventre:

Comer uma dieta baseada em fibra solúvel com a incorporação cuidadosa de fibra insolúvel.

 

Beba bastante líquidos.

Exercite-se regularmente

Separe um tempo depois do almoço ou jantar para visitas não perturbadas ao banheiro.

Não ignorar o desejo de ter uma evacuação.

Entenda que hábitos intestinais normais variam.

Sempre que uma mudança significativa nos hábitos intestinais ocorrer, verifique com um médico.

 

Ajuda a constipação

Se você se sentir confiante que a sua constipação é um sintoma da síndrome do intestino irritável.

Também é uma boa ideia para começar a usar um suplemento de fibra solúvel prebiótica, como Acácia de fibra para ajudar a regular as contrações musculares do GI e do teor de água do seu intestino, bem como para aumentar sua boa flora intestinal.

Para muitas pessoas, a erva-doce é extremamente útil para o inchaço em associação com a constipação, e não acarreta riscos ou efeitos colaterais.

ATUALIZADO: 03.08.16

rp_medico-emagecer-mulher-projeto-novo-1-197x300.jpg

 

>> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Quero comentar aqui o meu caso e a simples solução que encontrei.
    Eu durante 10 anos tive muitos problemas de intestino fiz 3 vezes Colonoscopia, passei por 5 médicos todos com
    diagnósticos diferentes, mandaram eu trocar a alimentação não comer chocolates, especiarias, gorduras, frutas,
    feijão, repolho, brócolis, leite, bebidas gaseficadas, álcool e principalmente alimentos com gluten.
    Como sempre mandou eu comer muitas fibras e muita água.
    Segui a risca todas as recomendações e nada adiantou.

    Meus Sintomas eram esses:
    – Estresse – acho que todos que tem problemas com intestino é estressado ou meio depressivo, no meu caso era assim.
    – Dor Abdominal Forte ou Cólicas
    – Gases
    – Diarréia ou Constipação – dependendo do que eu comia esse quadro se alternava, alguns dias dava diarréia outros prendia o intestino
    – Muco nas Fezes

    Era meio estranho pois tinha tempos que dava uma melhorada e tinha tempos que parece que esses sintomas se agravavam.
    Até que há 2 anos atrás eu comecei a pesquisar sobre probióticos e prebióticos e cheguei a conclusão que o melhor custo benefício como probiótico
    seria o Kefir de Leite e o melhor prebiótico seria a fécula de batata crua pois ela é um amido resistente puro e encontra em qualquer mercado.
    O amido resistente que no caso é a fécula de batata crua passa direto pelo aparelho digestivo sem ser digerido e vai parar no intestino intacto e esse amido resistente serve como alimentação para as bactérias boas do nosso intestino,
    essas bactérias boas você consome através do Kefir de Leite que é uma colônia de bactérias boas para a restauração e renovação da nossa flora intestinal.

    Comecei a consumir todos os dias 2 copos de 250ml de Kefir de Leite misturado com 1 colher de sopa de fécula de batata crua, parece uma coisa muito simples não ?
    Por incrivel que pareça em 1 semana meu intestino já regularizou, em 2 semanas não tinha mais nenhum sintoma, continuei tomando e tomo até hoje todos os dias
    depois de 4 meses que eu estava tomando fui fazer uma nova colonoscopia e o médico se surpreendeu comparando com os antigos resultados, eu contei para ele o que estava tomando e ele
    confirmou que realmente tem muitas pessoas tendo ótimos resultados e benefícios com o Kefir de Leite mas como ele não têm autorização para receitar produtos naturais e só pode
    receitar remédios de laboratórios e de farmácias ele não receita de forma alguma, mas disse que era para eu continuar tomando que isso tinha me curado.

    Descrevi aqui exatamente o que o médico me falou.
    Então pessoal estou deixando aqui esse relato para quem interessar que pesquise sobre o Kefir de Leite, na internet e youtube tem muitas informações, vocês vão se surpreender.
    O único problema desse Kefir de Leite é que é difícil de encontrar, mas eu encontrei um site que vende pelo valor de R$24,90 já com o frete incluso e entregam em todo o Brasil.
    o site é esse:

    kefirdeleite.com

    O Kefir de Leite quando você compra vem os grãozinhos e com esses grãos você mesmo vai fazendo em casa pois ele vai reproduzindo e vai tomando todos os dias, você compra apenas uma vez e se bem cuidado dura anos e anos.
    Então não custa dar uma pesquisada pois o meu estado eu considerava grave e me incomodava demais, estou deixando esse post em agradecimento a esse abençoado Kefir de Leite que mudou a minha saúde.