Diabetes Tipo 2 Dieta: Cardápio Combater e Reverte Diabetes Tipo 2

Tudo Sobre Diabetes Tipo 2 Dieta: Cardápio Combater e Reverte Diabetes Tipo 2

dieta-para-diabeticos-tipo-2-10-09 mini mini mini

Pessoas com problemas de saúde como diabetes tipo 2 devem seguir uma dieta restritiva evitando certos tipos de alimentos.

Hoje em dia com na correria em que vivemos, nem todos conseguem fazer uma boa refeição.

Essa rotina agitada tem sido apontada por muitas pessoas como justificativa pelo agravamento da diabetes ou até o surgimento dela.

Muitas pessoas não sabem mais a causa da diabetes é um problema com o processo de produção ou mesmo de consumo de insulina no organismo.

Por sua vez a insulina é vital para levar o açúcar do sangue até às células, onde ficam armazenadas após este processo é utilizado para gerar energia.

Quando se tem diabetes tipo 2, as células de gordura, as células dos músculos e as células do fígado não respondem corretamente à insulina. Isso é conhecido como resistência à insulina.

Com isso o açúcar do sangue não entra nessas células para ser armazenado e transformação de energia.

Quando o açúcar não entra nas células, fornece altos níveis de açúcar no sangue. Todo esse processo é chamado de hiperglicemia.

Quando você está tentando equilibrar o açúcar no sangue, é importante comer alimentos que possam ajudar você neste proposito.

Na verdade, muitas pessoas não sabem ou mesmo não tem acesso a este tipo de informação mais é surpreendente como existem dezenas de alimentos que podem ajudar você a controlar a Diabetes tipo 2.

 

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) Dietas para Diabético Tipo 2 – Novo Cardápio

 

(VÍDEO) Feijão Branco – Emagrece e Controla o Diabetes

 

(VÍDEO) O que é Diabetes

 

Especial DIABETES:

 

1. Maçãs: Como já se ouviu falar por ai, comer uma maçã por dia pode ser apenas o suficiente para se mantiver longe do hospital a médio prazo.

Quando se trata de combater diabetes tipo 2, a maçã é super indicada e pode ser comida em qualquer horário do dia ou noite.

Independentemente de qual o tipo de maçã escolher, você poderá obter os mesmos benefícios para sua saúde, incluindo a casca que é saudável.

Cascas de maçã contém quercetina, um flavonoide que reduz diabetes devido ao seu efeito antioxidante.

 

2. Espargos: Embora seja um membro da família do lírio, a parte comestível da planta de aspargos é realmente um broto que aparece no subsolo.

Espargos fazem parte da lista de alimentos para diabetes, pois é uma excelente fonte de glutationa, um composto antioxidante que pode ajudar a manter o nível de açúcar no sangue estável.

 

3. Feijão: Não só ele é ótimo para o coração, mas esses membros da família das leguminosas também contêm diferentes fito nutrientes que podem ajudar a gerenciar sua batalha contra a diabetes.

Apesar de o feijão ser uma escolha mais saudável, você deve comer ele na forma tradicional, ou seja, cozinhar e depois comer.

 

4. Brócolis: O Brócolis também é uma excelente fonte de quercetina. Existem vários tipos mais todos são ótimo para ajudar no combate da diabetes tipo 2.

 

5. Cenouras: Cenoura é cheia de carotenóides, composto antioxidante que pode ajudar a proteger o coração e equilibrar os níveis de insulina.

 

6. Peixes: Mesmo se você não gosta do sabor do peixe, talvez os benefícios de saúde vai ajudar você pelo menos comer uma porção a cada 15 dias já que não é novidade pra ninguém que este alimento é rico em ômega 3 que ajudar a proteger o coração, mas os ácidos graxos ômega-3 também pode ajudar a equilibrar o açúcar no sangue.

Ótimo pra quem esta tentando tratar a diabetes tipo 2.

 

7. Nozes: Apesar de serem cultivadas há mais de 12.000 anos, nozes ainda é um dos alimentos mais ricos para combater a diabetes.

Pois tem mineral e gorduras saudáveis, incorporando porções de nozes em suas refeições você pode ajudar a proteger o coração e equilibrar o açúcar no sangue.

 

8. Laranja: Uma frutas cítrica com baixa classificação no índice glicêmico.

Laranjas também é uma fonte de fitonutrientes que podem ajudar você a combater a diabetes, incluindo flavonóides, carotenóides, terpines, pectinas e glutationa.

 

9. Soja: A soja fornece fitoestrogênios, isoflavonas e saponinas que podem ajudar a equilibrar o açúcar no sangue.

dieta-para-diabeticos-tipo-2-10-09-- mini mini mini mini

 

Principais sintomas de Diabetes tipo 2:

  • Fadiga
  • Fome
  • Aumento da sede
  • Aumento do volume da urina
  • O primeiro sintoma também pode ser:
  • Visão turva
  • Disfunção erétil
  • Dor ou dormência nas mãos ou pés

 

Preparamos um cardápio de dieta para diabético, prática e rápida de fazer, evitando muitos carboidratos e doces, mas sem abrir mão de uma alimentação saborosa e nutriente. Confira abaixo!

 

Café da manhã:

Opção 1: 1 fatia de pão light com cream cheese + 1 copo de leite desnatado.
Opção 2: 1 mamão papaia + 1 xícara de café com leite desnatado.
Opção 3: 1 torrada integral light + 200 ml de suco de melancia com adoçante.
Opção 4: 1 fatia de pão light com ricota + 300 ml de suco verde (laranja, cenoura e folha de couve).

 

Lanche da manhã:

Opção 1: 1 maçã.
Opção 2: 1 mexerica.
Opção 3: 1 cacho de uvas.
Opção 4: 1 fatia de melão.

 

Almoço:

Opção 1: 3 col. (sopa) de brócolis no vapor + 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 omelete de atum sem óleo.
Opção 2: 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 filé de peixe grelhado + 2 col. (sopa) de cenoura no vapor + salada de alface e rúcula.
Opção 3: 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 filé de frango grelhado + 1 concha de feijão + salada de agrião com rodelas de tomate temperadas com azeite.
Opção 4: 2 col. (sopa) de arroz integral + 1 filé de carne magra grelhada + 2 col. (sopa) de grão de bico + salada acelga com cogumelos.

Lanche da tarde:

Opção 1: 1 fatia de queijo branco.
Opção 2: 1 copo de iogurte desnatado.
Opção 3: 1 barra de cereal sem açúcar.
Opção 4: 200 ml de suco de morango + 1 torrada light.

 

Jantar:

Opção 1: 1 prato de salada verde+ 1 prato fundo de canja de galinha s/ pele.
Opção 2: 1 Temaki de salmão com cream cheese e salada de alface e tomate à vontade.
Opção 3: 1 omelete sem óleo com recheio de ricota + 1 prato fundo de sopa de legumes sem macarrão.
Opção 4: 1 panqueca com recheio de brócolis e queijo cottage + 1 col. (sopa) de vegetais grelhados.

 

Ceia:

Opção 1: 200 ml de cappuccino light.
Opção 2: 200 ml de café com leite desnatado.
Opção 3: 1 pote de coalhada com adoçante.
Opção 4: 1 cacho de uvas.

 

(VÍDEO) Tudo o que você precisa saber sobre Diabetes

 

6 Alimentos para Comer em Caso de Diabetes Tipo 2

Tipo 2 é a diabetes em 90% dos casos de diabetes. A dieta desempenha um papel chave em pessoas que sofrem desta doença.

Deve ajudar a atender as necessidades nutricionais, controlar o açúcar no sangue e lipídios no sangue. Além de promover a manutenção do peso saudável e prevenir a doença cardiovascular.

Aqui estão seis alimentos para integrar o cardápio e ajudar a controlar a diabetes, além de uma dieta saudável e equilibrada e atividade física regular.

 

1. PERA

A pera tem muitos compostos fenólicos, incluindo flavonoides, responsáveis pela cor do fruto, e ácidos fenólicos.

Presente principalmente na casca do fruto, estes componentes podem neutralizar os radicais livres, graças ao seu efeito antioxidante.

Os compostos fenólicos, assim, contribuem para a prevenção de doenças cardiovasculares e de certos cancros.

O alto teor de fibra da pera também ajuda a diminuir o risco de doenças cardíacas e a regulação do trânsito intestinal.

As fibras solúveis contidas na absorção da pera e no atraso de glicose no intestino delgado, o que permite um melhor controle da glicemia.

As pessoas com diabetes do tipo 2 precisa para monitorar os níveis de açúcar no sangue, isto é, o nível de açúcar (glucose) no sangue, de modo a não ser hiperglicemia.

Hiperglicemia, a pessoa pode apresentar sintomas diferentes, tais como micção constante ou sede.

 

2. ABACATE

O abacate é uma excelente escolha de alimento, uma vez que é altamente antioxidante. Seu índice TAC é 1933 micromol por 100 g porção.

Isto permite localizar a atividade antioxidante de um alimento numa escala de 0 a 14 000 micromol = (micromolar).

No caso da diabetes, é importante consumir alimentos com um antioxidante forte como esta doença promove a atividade dos radicais livres do corpo de oxidação.

Estes podem causar glicação = ( reação entre a glicose e o excesso de proteína corporal).

Que é um dos fatores de envelhecimento acelerado de tecidos. O abacate também é um fruto rico em monoinsaturados também chamado gorduras “boas”.

Um estudo demonstrou que o abacate tem um impacto real na redução de lipídios no sangue. Isto ajuda a prevenir o risco de doenças cardiovasculares que são de 2 a 3 vezes mais elevada numa pessoa com diabetes.

 

3. CEVADA

A cevada é um produto de grão inteiro, cereal muito nutritivo, rico em fibras solúveis e vitamina E. Este cereal é um antioxidante que ajuda a combater contra os danos causados pelos radicais livres.

Vitamina E, contribuem na prevenção de riscos de doenças cardiovasculares, certos tipos de câncer e outras doenças relacionadas ao envelhecimento. Além disso, o cereal tem um baixo índice glicêmico, ou menor ou igual a 55.

Duas meta-análises concluíram que, tendo em conta o índice glicêmico, gerador de muitos benefícios: baixa quantidade de açúcar no sangue, controle metabólico mais eficiente e menor nível de lipídios.

Estes indicadores devem ser tidos em consideração, porque elas podem contrariar ou reduzir certos efeitos que podem ser associados com a diabetes

Tipo 2: hiperglicemia, síndromes metabólicas, tais como hipertensão abdominal e excesso de peso, o aumento do risco de doenças cardiovasculares, etc…

 

4. SALMÃO

Excelente fonte de ômega-3, o salmão é um peixe gordo, cujo impacto na redução do risco de doença cardiovascular tem sido demonstrado por inúmeros estudos.

Este tipo de ácido graxo ajuda a reduzir a pressão arterial, triglicérides no sangue e coágulos sanguíneos.

O salmão é uma excelente fonte de proteína completa. É aconselhável para integrar a sua proteína de peixe de abastecimento, uma vez que iria apoiar a melhoria da sensibilidade à insulina.

A diabetes de tipo 2 causa a resistência à insulina, um hormônio produzida pelo pâncreas que auxilia a absorção de glicose nas células e regula o nível de açúcar no sangue.

No caso da resistência à insulina, a glicose é encontrada em grandes quantidades no sangue, resultando em hiperglicemia.

 

5. BROCOLIS

Vegetais da família das crucíferas, consumir brócolis crus ou levemente cozidos contém grande quantidade de vitamina C, e propriedades preventivas em certos tipos de câncer foram demonstradas.

O consumo diário de brócolis está associado com níveis mais baixos de homocisteína, um aminoácido que aumenta o conteúdo, e é proporcional ao risco de doença cardiovascular.

Dois dos seus componentes, luteína e zeaxantina, que têm propriedades antioxidantes também agem contra distúrbios cardiovasculares.

 

6. BATATA DOCE

Em adição ao seu sabor delicioso, batata doce tem um elevado teor de antioxidantes, graças a antocianinas e carotenóides que ele contém. Batata-doce roxa é particularmente rico em antocianinas, daí sua cor.

Além disso, é mais que em carne escura, possui concentração mais elevada de antioxidante.

Este componente reduz a oxidação do colesterol “mal”, evitando assim o risco de doenças cardiovasculares. Batata-doce com a pele que é branca seria efetivamente reduzir a resistência à insulina, o que iria promover o controle glicêmico.

 

Substituição do Cardápio “DIABETES”

Para inventar receitas deliciosas comida preparada com base preferível para diabetes, aqui é um desvio no cardápio validado por nutricionistas.

MANHA:

Breakfast “Eastman”, banana, pão de trigo, integral, presunto, queijo e leite desnatado. Lanche antes do meio-dia de cenoura e aipo.

 

MEIO DIA:

Chili com carne, quinoa, queijo, clementinas. Lanche da tarde: Iogurte e bagas.

 

NOITE:

File de peixe, a vapor arroz integral, feijões verdes descascadas e maçãs frescas.

ATUALIZADO: 06.07.16

medico emagecer

 

>> RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Boa noite, preciso de um cardapio pra semana inteira ,tenho diabetes tipo 2 e levo marmita para o serviço.

    • Boa noite,
      Eu, Márcia Daniela da Silva Ribeiro, ([email protected]) estudante de 4ºano ano da Licenciatura de Terapia Ocupacional, na Escola Superior de Tecnologias da Saúde do Porto, encontro-me a realizar uma dissertação final de curso, sob a orientação da Terapeuta Ocupacional e docente Leonor G. Miranda ([email protected]), subordinado ao tema Sono e Diabetes.
      Assim, vimos por este meio solicitar a Vss. Exas. a colaboração e autorização para desenvolver este trabalho de investigação.
      Este estudo tem como objetivo avaliar o sono na população diabética, através de um questionário online de preenchimento rápido.
      Comprometemo-nos ao sigilo e anonimato das respostas dadas ao questionário que irá ser enviado via internet. Acrescentamos que, os resultados serão apenas para fins de investigação.
      Desta forma será possível responder ao referido questionário no seguinte link:

      https://docs.google.com/forms/d/1TWJ9dfUOqb2S0yMN0YSmF_1b0pVAp8vQWYSjJPy3QRI/viewform?usp=send_form

      Em caso de necessidade de eventual esclarecimento adicional solicitamos por favor que nos contactem por email, referidos anteriormente.
      Tendo em vista a conclusão da minha licenciatura, agradecíamos uma resposta o mais breve possível.
      Gratas pela atenção, na expectativa da melhor compreensão para este assunto.

      Os nossos melhores cumprimentos