Desidratação: Surpreendentes Sintomas e Tratamentos

Tudo sobre Desidratação seus Sintomas e Tratamentos

Desidrataçao

TUDO SOBRE DESIDRATAÇÃO

A desidratação ocorre quando você usa ou perde mais líquido do que você toma, e seu corpo não tem água suficiente e outros fluidos para realizar suas funções normais. Se você não repuser os líquidos perdidos, você vai ficar desidratado.

As causas mais comuns de desidratação incluem exercícios vigorosos, especialmente no tempo quente; diarreia intensa; vômitos; febre ou sudorese excessiva.

Não beber bastante água durante o exercício ou quando o tempo está quente, mesmo se você não está se exercitando também pode causar desidratação. Qualquer pessoa pode tornar-se desidratada, mas crianças pequenas, idosos e pessoas com doenças crônicas estão mais em risco.

Normalmente, é possível reverter a desidratação leve a moderada por beber mais líquidos, mas a desidratação grave necessita de tratamento médico imediato.

A abordagem mais segura é prevenir a desidratação em primeiro lugar. Fique de olho na quantidade de líquido que você perde durante o tempo quente, a doença ou o exercício, e beber bastante líquidos para repor o que você perdeu.

>> Recomendamos para Você:

 Sinais e Sintomas da Desidratação – Assista ao vídeo abaixo:

> SINTOMAS

Leve a desidratação moderada pode causar:

– Boca seca e pegajosa
– Sonolência ou cansaço – crianças tendem a serem menos ativos do que o habitual
– Sede
– Diminuição da produção de urina
– Não fraldas molhadas por três horas para crianças
– Poucas ou nenhumas lágrimas ao chorar
– A pele seca
– Dor de cabeça
– Prisão de ventre
– Tonturas ou vertigens

A desidratação severa, uma emergência médica, pode causar:

– Sede extrema
– Pieguice extrema ou sonolência em lactentes e crianças; irritabilidade e confusão em adultos
– Boca muito seca, pele e membranas mucosas
– Pouca ou nenhuma micção – qualquer urina que é produzida vai ser mais escura do que o normal
– Olhos fundos
– Pele enrugada e seca que não tem elasticidade e não “salta para trás” quando comprimida em uma dobra
– Em lactentes, fontanelas afundadas – os pontos macios na parte superior da cabeça de um bebê.
– Pressão arterial baixa
– Batimento cardíaco rápido
– Respiração rápida
– Sem lágrimas ao chorar
– Febre
– Nos casos mais graves, o delírio ou inconsciência.

Infelizmente, a sede nem sempre é um indicador confiável da necessidade do corpo de água, especialmente em crianças e idosos.

O melhor indicador é a cor da sua urina: urina clara ou de cor clara significa que você está bem hidratado, enquanto uma cor amarela ou âmbar escuro geralmente sinais de desidratação.

> CAUSAS

A desidratação ocorre quando não há água suficiente para repor o que perdeu ao longo do dia. Seu sistema seca literalmente.

Às vezes, a desidratação ocorre por motivos simples: Você não bebe agua o suficiente, porque você está doente ou ocupado, ou porque você não tem acesso a água potável segura.Outras causas de desidratação incluem:

– Diarréia, vômitos, diarréia aguda – ou seja, a diarréia que vem de repente e violentamente – pode causar uma tremenda perda de água e eletrólitos em um curto espaço de tempo. Se você tiver vômitos, juntamente com diarréia, você perde ainda mais líquidos e minerais. Crianças e bebês são especialmente em risco.

– Febre. Em geral, quanto maior a sua febre, mais desidratado você pode se tornar. Se você tem uma febre, além de diarréia e vômito, você perde ainda mais fluidos.

– A transpiração excessiva. Você perde água quando você sua. Se você faz atividade vigorosa e não repor os líquidos que vai junto, você pode ficar desidratado.

O tempo quente e úmido aumenta a quantidade que você sua e a quantidade de líquido que você perde. Mas você também pode ficar desidratada no inverno se você não repuser os líquidos perdidos.

– Aumento da urina. Isto pode ser devido às diabetes diagnosticada ou descontrolada. Certos medicamentos, como diuréticos e alguns medicamentos para pressão arterial, também podem levar a desidratação, porque, geralmente, fazem com que você urine ou transpire mais que o normal.

 

> TRATAMENTOS

O único tratamento eficaz para a desidratação é repor os líquidos perdidos e eletrólitos perdidos. A melhor abordagem para o tratamento de
desidratação depende da idade, da gravidade da desidratação e da sua causa.

Tratar a desidratação em crianças doentes. O seu médico pode oferecer sugestões específicas para o tratamento da desidratação em seu filho, mas algumas diretrizes gerais incluem o seguinte:
– Use uma solução de reidratação oral. Estas soluções contêm água e sais, em proporções específicas para reabastecer os dois fluidos e eletrólitos. Eles também estão projetados para facilitar a digestão.

Produtos de reidratação oral estão disponíveis na maioria das farmácias, e muitas farmácias transportam as suas próprias marcas.

Comece dando fluidos no início do curso de uma doença em vez de esperar até que a situação torna-se urgente.Evite certos alimentos e bebidas.

O melhor líquido para uma criança doente é uma solução de reidratação oral – água pura não fornece eletrólitos essenciais e, embora as bebidas esportivas repuserem eletrólitos, eles substituem os que foram perdidos através da transpiração, não através de diarreia ou vómitos.

Leite, bebidas com cafeína, sucos de frutas ou gelatinas não aliviam a desidratação e podem tornar os sintomas de diarreia infantil pior.

 

>> Recomendamos Para Você:

anel-magnetico

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *