CÁLCULOS BILIARES: Tipos, Diagnóstico e Tratamentos

Tudo sobre Cálculos Biliares e seus Tratamentos

SOBRE OS CÁLCULOS BILIARES

SOBRE OS CÁLCULOS BILIARES

Vesícula biliar é um saco pequeno, em forma de pera, no lado direito do abdômen. Pode ser encontrada logo abaixo do fígado. Ele armazena bile (um líquido digestivo) feita pelo fígado que ajuda na digestão de gordura.

Bile é liberada no intestino delgado através de duas condutas (tubos) – o ducto cístico e o ducto biliar comum.

Os cálculos biliares sintomas são difíceis, estruturas calcificadas dentro da vesícula que se formaram devido à cristalização da bile. Eles também podem formar quando a vesícula biliar não consegue esvaziar-se normalmente.

Cole litíase é um termo para descrever as pedras na vesícula biliar. Os cálculos biliares podem passar para o ducto cístico, ducto biliar ou ducto pancreático e são chamados de Coledocolitíase.

 

TIPOS

Os cálculos biliares variam em tamanho de ser tão pequeno quanto um grão ou tão grandes quanto uma bola de golfe.

Pode haver uma única pedra grande ou muitas pedras menores.

Cálculos biliares de colesterol – é o tipo mais comum, consistindo de mais de 80% colesterol por peso.

Cálculos biliares tratamento natural pigmento – são feitas de bilirrubina, um produto da destruição de glóbulos vermelhos (hemólise).

dieta.blog.br-calculos-biliares-tipos-diagnostico-e-tratamentos

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) Sintomas e Tratamento Pedra na Vesícula

 

(VÍDEO) Depoimento Retirei a Vesícula – Colecistectomia

 

FAZ COM QUE

Mulheres e pessoas com mais de 40 anos de idade são mais propensas a desenvolver cálculos biliares. Perder peso rapidamente pode aumentar as chances de cálculos biliares.

A falta de melatonina que aumenta a conversão de colesterol em bílis foi pensada para contribuir para as pedras da vesícula biliar.

Prolongada alimentação intravenosa (recebendo nutrição através de uma veia) pode causar pedras na vesícula devido ao desuso do trato gastrointestinal e redução do fluxo da bile.

Além disso, existem alguns fatores que aumentam o risco de cálculos biliares e sintomas de vesícula inflamada:

  • Transplante de medula óssea
  • Gravidez
  • Cirrose do fígado
  • Infecções do trato biliar
  • Diabetes
  • Certos medicamentos
  • Anemia falciforme

 

SINTOMAS

Os cálculos biliares podem ser assintomáticos, ou seja, uma pessoa pode não ter nenhum sintoma e pode ser encontrada durante um exame de rotina ou procedimento médico.

Essas pedras não podem exigir tratamento. Se uma pedra é grande em tamanho ou bloqueia o ducto cístico ou ducto biliar comum, os sintomas podem começar a aparecer.

Pode haver acentuada, cólicas e dores no lado direito superior do abdômen, que pode se espalhar para as costas. Pode haver febre, náuseas, vômitos e icterícia.

Os cálculos biliares na vesícula biliar podem causar inflamação (coleciste aguda), causando a retenção de bílis. Eles também podem levar à infecção secundária por microrganismos intestinais.

Os cálculos biliares em ductos biliares podem causar obstrução, levando a condições fatais (crescente colangite ou pancreatite) que precisam de atenção médica imediata.

 

DIAGNÓSTICO

Alguns dos testes que podem ser utilizados para confirmar o diagnóstico de cálculos biliares são:

Ecografia abdominal – Um ultrassom abdominal envolve o uso de uma sonda, para detectar a presença de pedras. Isso é feito passando a sonda sobre o abdômen.

Tomografia computadorizada – A tomografia computadorizada ou tomografia computadorizada também é chamada de um gato (tomografia axial computadorizada).

É essencialmente um procedimento de raio-x que combina um grande número de imagens de raio-x tomadas em sucessão.

CPRE (Colangiopancreatografia retrógrada endoscópica) – no presente, o interior do estômago e duodeno é visto através do endoscópio e contraste radiográfico que pode ser visto em raios-x é injetado a condutas e pâncreas.

Exames de sangue – podem incluir testes de função de teste, fígado de bilirrubina, testar para as enzimas pancreáticas, etc.

 

(VÍDEO) Como Combater Cálculos Biliares Com Remédios Naturais Caseiros

 

TRATAMENTO

Os cálculos biliares assintomáticos não precisam de tratamento. Em alguns casos, medicamentos orais (ácido ursodesoxicólico) podem ser dados para dissolver cálculos biliares de colesterol.

É indicada a cirurgia se os sintomas surgirem. Menos comumente, abrir colecistectomia (remoção da vesícula biliar) pode ser feito para os casos sem complicações.

Colecistectomia laparoscópica (também conhecido como ascholecystectomy) — é o mais comumente utilizado procedimento. Após administrar anestesia geral, a vesícula é removida através de vários pequenos cortes feitos no abdômen.

O cirurgião insere um escopo com uma pequena luz e uma câmera (laparoscópico) uma incisão perto do umbigo. Ele usará um monitor de vídeo como um guia e irá inserir um instrumento cirúrgico em outra incisão para remover a vesícula.

A cirurgia dura cerca de 2 horas ou menos. Após remoção da vesícula biliar, a bile flui diretamente do fígado, no intestino delgado através do ducto biliar comum.

Cortes menores permitem uma recuperação mais rápida e redução de hospitalização.

CPRE com esfincterotomia – pode ser feito para aliviar a obstrução do ducto biliar com cálculos biliares o que causa pedra na vesícula. Os cálculos biliares são removidos por ampliar a abertura do ducto com um esfincterótomo (fio eletrificado).

Litotripsia extracorpórea por ondas de choque (LECO) – utiliza ondas ultrassônicas de choque para quebrar a vesícula biliar em pedaços pequenos, que mais tarde passam com segurança nas fezes.

Este tratamento não é usado muito frequentemente por causa do risco de recorrência.

Bile ajuda a digerir gorduras, mas nosso corpo pode ter consequências negativas sem uma vesícula biliar após a colecistectómica. Bile flui diretamente do fígado para o intestino.

Embora, muito poucas pessoas desenvolvem uma condição chamada síndrome pós-colecistectomia que pode causar o estômago chateado, dor persistente no abdômen superior direito e diarreia. Pode haver pequenas alterações na absorção de gordura.

 

REMÉDIOS CASEIROS

Aqui estão alguns remédios de ervas que podem ajudar a prevenir ou lidar com cálculos biliares.

ATUALIZADO: 25.10.16 (INFOGRÁFICO)

 

medico-emagrecer-mulher-projeto-novo-1-197x300_mini

 

» » RECOMENDAMOS PARA VOCÊ

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *