Azeite de Oliva: Guia Completo com seus Benefícios para Saúde

Tudo sobre Azeite de Oliva e seus Benefícios para Saúde

Azeite de Oliva

O azeite de oliva normalmente só ganha espaço na mesa no dia em que comemos saladas, ou seja, nem sempre este condimento é apreciado pelo público brasileiro.

Mesmo que apresente tantos benefícios devido aos seus nutrientes, prevenindo doenças e mesmo contendo noventa calorias em uma colher de sopa.

O azeite de oliva benefícios e malefícios possui vários níveis de acidez, sendo o azeite extra virgem o mais indicado para o uso na alimentação, oferecendo mais benefícios a saúde, como vitaminas A, D, E, e K podendo ainda prevenir o câncer, por conter poderosos antioxidantes, retardando ainda o envelhecimento da pele.

Muito utilizado como emoliente para hidratantes faciais caseiros, pois contém efeitos anti-inflamatórios, fortalecendo a pele.

dieta.blog.br-azeite-de-oliva-guia-completo-com-seus-beneficios-para-saude

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) 20 Benefícios do Azeite de Oliva

 

(VÍDEO) Globo Reporter (Os benefícios do azeite)

 

(VÍDEO) Saiba mais sobre as propriedades do azeite de oliva

 

Benefícios do Azeite de Oliva:

Separamos alguns dos principais benefícios abaixo confira:

  • Câncer – Ajuda no combate do câncer de mama.

 

  • Doença cardíaca – Azeite de oliva ajuda a normalizar e abaixar o colesterol no sangue com isso você core menos risco de doenças cardíacas.

 

  • Estresse – O azeite de oliva é rico em antioxidantes, especialmente vitamina E.
  • Entre os óleos vegetais, o azeite é o mais alto em gordura monoinsaturada, que não oxida no corpo, é pobre em gordura poli-insaturada.

 

  • Diminui a Pressão Arterial – Estudos recentes indicam que o consumo regular de azeite de oliva pode ajudar diminuir a pressão arterial.

 

  • Diabetes – Ele ajuda a reduzir os “maus” lipoproteínas de baixa densidade, enquanto melhora o controle de açúcar no sangue e melhora a sensibilidade à insulina.

 

  • Obesidade – Apesar de ricos em calorias, o azeite tem se mostrado útil no combate a obesidade.

 

  • Artrite reumatoide – Embora as razões ainda não são totalmente claras, estudos recentes têm demonstrado que pessoas com dietas contendo altos níveis de azeite são menos propensos a desenvolver artrite reumatoide.

 

  • Osteoporose – Melhora a mineralização óssea e calcificação. Isso ajuda a absorção de cálcio e assim desempenha um papel importante no auxilia pessoas que sofrem e na prevenção do aparecimento de osteoporose.

O azeite de oliva contém ácidos graxos que auxiliam no controle do colesterol, e é o único tipo de azeite que mantém seus nutrientes durante o processo de refinação, já que os demais azeites recebem solventes químicos.

E o azeite de oliva é prensado a frio, livre destes solventes, garantindo todos os nutrientes em benefício da saúde.

É calórico, devendo ter seu consumo controlado a pelo menos duas colheres de sopa por dia, no preparo de saladas, torradas ou carnes, possui efeito levemente laxante, permitindo um bom funcionamento do intestino e livrando possíveis problemas de prisão de ventre.

Os estudos feitos com o azeite, obtiveram resultados positivos, confirmando seus benefícios, porém, até mesmo dotado de benefícios, seu controle se faz necessário, não somente devido ao teor calórico.

Mas, devido as gorduras que possui, portanto, se ingerido em demasia, o efeito benéfico poderá ser revertido em malefício.

 

O mediterrâneo é o lugar onde mais se consome o azeite de oliva, e os estudos das Universidades europeias revelaram que estas pessoas que consomem o azeite de oliva diariamente.

Possuem menores chances de sofrer um ataque cardíaco, devido aos benefícios trazidos pelo ingrediente.

Porém, a alimentação deve ser equilibrada, devendo ser principalmente rica em folhas, legumes e frutas, permitindo que os efeitos do azeite potencialize ainda mais seus benefícios, combinando os nutrientes que o azeite não pode oferecer.

No mediterrâneo é comum que seja ingerido uma colher de sopa de azeite de oliva em jejum, no intuito de secar a gordura da barriga, e apesar de um estudo feito no Reino Unido confirmar esta possibilidade.

Deve ser considerado a alimentação local em relação a alimentação brasileira, ponderando suas diferenças, para que compreenda a importância de avaliação profissional, antes de adquirir este hábito.

Por mais que o azeite seja inserido na alimentação sem o controle de um médico, deve ser considerado que suas quantidades devem ser respeitadas, principalmente se tiver adquirido hábitos alimentares de qualidade e uma rotina de exercícios que garanta a saúde.

Sendo assim, por mais que o azeite seja considerado um fator importante na perda de gordura localizada na região abdominal, deve ainda ser considerado que o azeite atua somente como função complementar nesta busca.

Devendo sim optar pela prática de exercícios físicos e uma alimentação de qualidade, baseada em verduras, legumes e principalmente frutas, para melhorar a qualidade de vida e obter um corpo mais bonito.

Em relação a perda de peso, o uso do azeite na salada, carnes e principalmente nas torradas, substituindo os molhos de saladas, manteiga ou margarina e ainda caldos industrializados.

Garante um condimento naturalmente saudável e magro, desde que utilizado em proporções controladas.

Para um melhor entendimento, busque o nutricionista e converse a respeito da adição de azeite na dieta, substituindo determinados temperos, o mesmo irá avaliar as condições fisiológicas para considerar a
permissão.

Azeite na Beleza Muitas receitas de cabelos, unhas e ainda pele são feitas a base de azeite, já que o azeite possui substâncias que estimulam o crescimento e fortalecimento azeite de oliva cabelo, além de hidratar a pele deixando-a mais macia.

Outros ingredientes ainda são adicionados a receita, de modo que os nutrientes de todos os ingredientes sejam aproveitados pelo organismo, que irá absorver e distribuir por todo o corpo, garantindo seus benefícios.

Estas receitas caseiras devem ter também a orientação médica, pois não deve expor o corpo ao sol enquanto faz uso de substância como o azeite, podendo correr o risco de manchas e queimaduras na pele, sendo assim, toda orientação se faz necessária.

 

Benefícios de Saúde do Azeite

Os benefícios de saúde do azeite são incomparáveis. Na verdade, estamos apenas começando a entender as inúmeras maneiras do azeite para melhorar nossa saúde e nossas vidas.

O Azeite foi Encontrado para ser Eficaz Contra Algumas Doenças:

 

(VÍDEO) Gorduras Trans, Azeite de Oliva Brasileiro

 

Câncer

O fitonutriente no azeite, óleo de cantal, imita o efeito de ibuprofeno na redução da inflamação, que pode diminuir o risco de câncer de mama e sua recorrência.

Esqualeno e lignanas estão entre os outros componentes de azeite sendo estudados por seus possíveis efeitos sobre o câncer.

 

Dieta do Azeite Reduz Risco De Diabetes Tipo 2

Tradicionalmente é prescrita uma dieta de baixo teor de gordura para evitar várias doenças tais como doenças cardíacas e diabetes.

Enquanto estudos têm mostrado que dietas elevadas em gordura podem aumentar o risco de certas doenças como câncer e diabetes, parece que é o tipo de gordura que conta e não a quantidade de gordura.

Agora sabemos que uma dieta rica em gorduras monoinsaturadas, tais como aquelas encontradas no azeite de oliva, nozes e sementes, na verdade, protege de muitas destas doenças crônicas.

Um estudo publicado na revista científica Diabetes mostrou que uma dieta de estilo mediterrânico, rica em azeite reduziu o risco de diabetes tipo II em quase 50 por cento em comparação com uma dieta de baixa gordura.

Diabetes tipo II é a forma mais comum e evitável de diabetes.

 

Azeite de Oliva Pode Ajudar a Prevenir Acidente Vascular Cerebral

Indivíduos mais velhos, que consomem azeite de oliva diariamente podem ser capazes de proteger-se de um acidente vascular cerebral, segundo um novo estudo da França publicada na edição online de Neurologia.

Os investigadores recolheram informações dos registros médicos de 7.625 indivíduos com idade superior a 65 de três cidades da França: Bordeaux, Dijon e Montpellier.

Nenhum dos participantes tinha um histórico de acidente vascular cerebral. Eles então categorizaram os indivíduos em três grupos com base em seu consumo de azeite de oliva.

Os pesquisadores notaram que os participantes usaram principalmente azeite extra-virgem, pois isto é o que está geralmente disponível na França.

Os resultados mostraram que os usuários “intensivos” de azeite de oliva, aqueles que usaram para cozinhar tinham 41% menor risco de acidente vascular cerebral em comparação com aqueles que não usaram azeite em tudo.

Estes resultados foram observados mesmo depois de considerar o peso, dieta, atividade física e outros fatores de risco.

 

Azeite de Oliva Mantém o Coração Jovem

Uma dieta rica em azeite de oliva pode realmente ser capaz de retardar o envelhecimento do coração.

À medida que envelhecemos o coração também passa por um processo de envelhecimento normal.

As artérias podem não funcionar bem como fizeram e isso pode levar a uma série de problemas de saúde.

Entretanto, em um estudo recente, pesquisadores espanhóis descobriram que uma dieta rica em azeite ou outras gorduras monoinsaturadas poderia melhorar a função arterial de indivíduos idosos.

 

Azeite de Oliva Combate a Osteoporose

A osteoporose é uma doença caracterizada por uma diminuição da massa óssea, que por sua vez, faz com que a arquitetura do tecido ósseo, torna-se frágil. Isto pode aumentar possivelmente as fraturas.

Suplementação com óleo de oliva foi encontrada para afetar positivamente a espessura dos ossos.

Azeite de oliva não será a única solução na luta contínua contra a osteoporose pós-menopausa.

 

Azeite Pode Proteger Contra Depressão

É de conhecimento comum que o azeite de oliva e a dieta mediterrânica conferem uma infinidade de benefícios para a saúde. Mas quanto aos benefícios para a saúde emocional?

De acordo com investigadores espanhóis da Universidade de Navarra e Las Palmas de Gran Canaria, uma dieta rica em azeite de oliva pode proteger contra doença mental.

Recentemente, pesquisadores descobriram que uma maior ingestão de azeite e gorduras poli-insaturadas, encontradas em peixes gordurosos e óleos vegetais foi associada com menor risco de depressão.

Os resultados sugerem que a depressão e doença cardiovascular podem partilhar alguns mecanismos comuns relacionados com a dieta.

 

Azeite Ajuda a Prevenir o Câncer de Pele

Outro estudo recente constatou que o azeite, juntamente com outros componentes da dieta mediterrânica, pode contribuir para a prevenção do melanoma maligno.

O tipo mais perigoso de câncer de pele pode ser retardado por consumo de azeite de oliva para pele, que é rico em antioxidantes.

O uso de protetor solar continua a ser a melhor maneira de prevenir as queimaduras solares e protege a pele dos efeitos nocivos dos raios UVA e UVB do sol.

 

O Azeite Virgem Protege Contra Câncer de Mama

Câncer de mama é o tipo mais comum de câncer em países ocidentais.

Enquanto uma dieta rica em gorduras está diretamente relacionada à maior incidência de câncer, alguns tipos de gorduras realmente podem desempenhar um papel protetor contra o desenvolvimento destes tumores.

Tal é o caso do azeite virgem, que é rico em ácido oleico, um ácido graxo monoinsaturado e que contém vários compostos bioativos como antioxidantes.

Um consumo moderado e regular de azeite virgem, característico da dieta mediterrânica, é associado com uma baixa incidência de tipos específicos de câncer, incluindo câncer de mama, bem como ter um papel protetor contra doenças coronarianas e outros problemas de saúde.

 

Azeite de Oliva Pode Reduzir o Risco de Doença de Alzheimer

Numerosos estudos, incluindo um publicado recentemente na revista química, neurociência, mostraram que o óleo cantal em azeite extra virgem tem o potencial de reduzir o risco de doença de Alzheimer e o declínio cognitivo que vem com o envelhecimento.

Poli fenóis do azeite são conhecidos por serem antioxidantes poderosos que podem ajudar a reverter o dano oxidativo que ocorre no processo de envelhecimento.

ATUALIZADO: 25.10.16

 

rp_medico-emagecer-mulher-projeto-novo-1-197x300.jpg

 

>> Recomendamos Para Você:

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *