57 Alimentos Ricos em Proteínas: Lista Atualizada 2016

Tudo Sobre Alimentos Ricos em Proteína

50_Alimentos_Ricos_em_Proteinas_Lista_Atualizada_2015_mini

Vamos falar neste artigo sobre Alimentos Ricos em Proteínas, Temos uma Lista atualizada com alimentos matéria com Infográfico e Videos detalhados tire aqui suas duvidas.

OS ALIMENTOS DE ALTA PROTEÍNA

LATICÍNIOS DE PROTEÍNA:

 

1. IOGURTE GREGO

Poder da proteína: 23g por porção de 230g

Iogurtes de estilo grego contêm sobre duas vezes mais proteínas do que versões regulares. Você também vai colher os frutos de bactérias probióticas e cálcio de osso-edifício.

Precisa saber: iogurte grego pode conter até três vezes menos açúcar do que tipos com sabor.

 

2. QUEIJO COTTAGE

Poder da proteína: 14g por porção de ½ xícara

Este produto de queijo requeijão crivado é atado com proteína de caseína, uma proteína de digestão lenta que abastece seu crescer músculos com um suprimento constante de aminoácidos vitais.

Precisa saber: queijo Cottage é notoriamente rico em sódio, mas você agora pode comparar rótulos nutricionais para encontrar marcas que contenham menos.

57 Alimentos Ricos em Proteínas Lista Atualizada

>> Recomendamos para Você:

 

(VÍDEO) 40 Dicas de Motivação Para Emagrecer

 

(VÍDEO) DIETA DA PROTEÍNA O QUE PODE COMER (ATUALIZADO)

3. QUEIJO SUÍÇO

Poder de proteínas: 8g por porção.

Grama por grama, queijo suíço fornece mais proteína do que outras variedades comumente disponíveis no mercado, tornando-se uma opção para seus sanduíches e hambúrgueres.

Precisa saber: se você estiver preocupado com a densidade calórica dos suíços gordo ou magro, algumas versões têm uma relação de proteína-para-gordura de cerca 8-para-1, enquanto continua a fornecer bom sabor.

 

4. OVOS

Poder da proteína: 6g por 1 ovo grande

Estes orbes brancos são alimentos de músculo quase perfeitos. Isso é porque o valor biológico — uma medida de quanto a proteína dos alimentos pode ser incorporada em proteínas no corpo — de um ovo é maior do que quase qualquer outro item na mercearia.

O valor biológico é ditado em grande medida pela quantidade de aminoácidos essenciais que um alimento possui.

 

5. LEITE, 2%

Poder de proteínas: 8g por porção, 1 xícara

Mas por que tentar beber leite aguado, sem sabor quando ainda podemos apreciar o sabor mais rico de 2 por cento sem quebrar o banco gordo.

Além disso, a gordura extra irá ajudá-lo a absorver os nutrientes lipossolúveis como a vitamina D presente no grande tubarão branco.

Precisa saber: estudos mostram que vacas geradas usando métodos de agricultura biológica produzem leite mais rico em uma variedade de nutrientes, incluindo gorduras ômega corpo-amigáveis.

 

6. LEITE DE SOJA

Poder de proteínas: 8g por porção 1 xícara

Enquanto as maiorias dos leites não lácteos são luz em proteínas, leite de soja é a exceção. Se você está evitando o leite de vaca por razões tais como a intolerância à lactose, considere o uso de leite de soja para flutuar seu cereal, ou para manusearem shakes pós-ginásio.

 

>> ALTA PROTEÍNA CARNE:

7. CARNE

Poder da proteína: 23g por porção de 90 gramas

Esses cortes mais magros de carne fornecem um fantástico 1g de proteína para cada 7 calorias; costela, por outro lado, proporciona cerca de 1g de proteína para cada 11 calorias. Além disso, bife redondo é considerado um dos cortes mais econômicos.

Precisa saber: cortes mais magros de carne como rodada e lombo vão se tornar mais secos que o deserto do Saara se cozinhar demais, então os prepare rapidamente em fogo alto.

 

8. CARNE MOÍDA (95% MAGRA)

Poder da proteína: 18g por porção de 90 gramas

Usando 90% a carne moída fornece a quantidade certa de gordura para que seus hambúrgueres e bolo de carne não tenham gosto de papelão.

Além de uma carga de proteína, esta carne vermelha também é uma boa fonte de creatina a todo-poderoso.

 

9. COSTELETAS DE PORCO (SEM OSSO)

Poder da proteína: 26g por porção de 90 gramas

A recompensa da proteína de estrutura muscular em costeletas de porco é que é fácil de preparar.

Precisa saber: para ajudar a quebrar o tecido muscular, embebeda suas costeletas em salmoura o que pode fazer uma mais tenra carne para a mesa de jantar.

Simplesmente cobrir as costeletas em uma salmoura feita com 1/4 xícara de sal para cada 4 copos de água (use bastante líquido para que a carne esteja completamente submersa). Cubra e leve à geladeira por 30 minutos a 2 horas.

 

10. PEITO DE FRANGO (DESOSSADO E SEM PELE)

Poder da proteína: 24g por porção de 90 gramas

Este grampo de musculação oferece mais proteína do que outras aves, é por isso que deve manter uma presença constante em seu carrinho de compras.

 

11. PEITO DE PERU

Poder da proteína: 24g por porção de 90 gramas

Como com a galinha, este pássaro pode inundar seus músculos com uma cacetada de proteína.

Precisa saber: como costeletas de porco e peito de frango, peito de peru pode se beneficiar de um pré-cozimento.

Se está preocupado com o uso de antibiótico sem avicultura em grande escala, você pode olhar para o peito de peru com rótulo “sem antibióticos”.

 

(VÍDEO) Dieta Fruta e Proteína perca 9 kg em 3 dias

 

>> ALTA PROTEÍNA FRUTOS DO MAR:

12. ATUM ALBACORA

Poder da proteína: 25g por porção de 90 gramas

Este nadador proporciona uma batelada de proteína facilmente digerida, de qualidade Premium.

Você também vai se beneficiar da boa quantidade de vitaminas do complexo B e o selênio antioxidante potente em sua carne.

 

13. LINGUADO

Poder da proteína: 23g por porção de 90 gramas

Entre as espécies de carne branca, linguado reina quando se trata da proteína que você precisa para construir o músculo como um campeão.

Cada porção de 90 gramas também tem um mero 2g de gordura, tornando linguado uma ótima opção.

Precisa saber: linguado Pacífico é geralmente considerado uma opção mais sustentável do que o Atlântico.

 

14. POLVO

Poder da proteína: 25g por porção de 90 gramas

Um número crescente de peixarias está oferecendo agora esta escolha de frutos do mar.

Precisa saber: polvo congelado na verdade tem uma vantagem sobre fresco porque o processo subzero funciona para ajudar a amaciar a carne.

 

15. SALMÃO-VERMELHO

Poder da proteína: 23g por porção de 90 gramas

Não se faz salmão selvagem como sockeye que tem um gosto melhor do que seu primo de viveiro, também fornece cerca de 25 por cento mais proteína.

Além disso, você vai colher os benefícios de sua infinidade de ácidos graxos ômega-3 que combatem a gordura de cadeia longa.

Precisa saber: compre o salmão com a pele intacta, pois proporciona adicionado sabor durante o cozimento.

 

16. TILAPIA

Poder da proteína: 21g por porção de 90 gramas

Comumente disponíveis na maioria dos mercados de peixe, tilápia fornece um acessível, sabor suave e lhe dará louváveis quantidades de proteína para manter os músculos bem alimentados.

Precisa saber: escolher a tilápia americana é mais seguro do que escolher a tilápia importada da Ásia.

 

(VÍDEO) Dieta da Proteína – Novo Cardápio das Famosas

 

>> PROTEÍNAS DE ALIMENTOS ENLATADOS:

17. ANCHOVAS

Grama por grama, estes pequenos nadadores são os vencedores surpreendentes quando se trata de proteína enlatada.

Devido ao seu tamanho, eles também não acumulam toxinas da mesma forma que a maior espécie.

Precisa saber: para reduzir a sua salinidade, mergulhe as anchovas em água por 30 minutos; em seguida, escorra e seque.

 

18. CARNE ENLATADA

Poder da proteína: 24g por porção de 90 gramas

Os níveis elevados de proteína nesta carne de sal-curado iram reforçar seus músculos.

Precisa saber: cozinhe carne com legumes picados e sirva sobre o arroz, ou use-o como uma proteína principal em sanduíches.

 

19. ATUM DE LUZ

Poder da proteína: 22g por porção de 90 gramas

O atum de luz, na verdade, fornece um pouco mais proteína do que mais caro atum branco enlatado.

Precisa saber: para poupar algumas calorias provenientes de óleos sem brio, opte por atum cheio de água, em vez do presente repleto de óleo do mar.

 

20. FRANGO

Poder da proteína: 21g por porção de 90 gramas

Use frango cozido em seus sanduíches e saladas.

Precisa saber: comparar marcas, procurando aqueles que entregam a menor quantidade de sódio.

 

21. SARDINHAS

Poder da proteína: 21g por porção de 90 gramas

Sardinhas também oferecem muitas gorduras omega-3 e vitamina D.

 

22. FEIJÃO DE MARINHA

Poder da proteína: 20g por porção 1 xícara

Os feijões são uma barata fonte de proteína, e das leguminosas mais comumente disponíveis enlatadas, feijão de marinha à frente.

Cada copo também fornece impressionantes 13g de fibra dietética.

Precisa saber: algumas marcas como planeta selvagem embalam seus feijões em latas que não estão alinhadas com BPA.

 

23. LENTILHAS SECAS

Poder de proteínas: 13g por porção de ¼ xícara

Frequentemente junto com as proteínas enlatadas, sacos de lentilhas secas baratos são uma maneira infalível para aumentar o seu consumo de proteína, fibra e uma variedade de minerais vitais.

Precisa saber: Simplesmente cozinhe-as em uma panela de água até ficarem macias, cerca de 20 minutos.

Para um almoço nutritivo, misture as lentilhas cozidas com peru picado ou peito de frango, legumes em cubos e um vinagrete de limão.

 

>> ALTA PROTEÍNA DELI:

24. ROSBIFE

Poder da proteína: 18g por porção de 90 gramas

Carnes baseadas em carne geralmente contêm mais proteína do que outras opções de almoço.

A maioria das pessoas ficam surpresas ao saber que carne assada é também uma das escolhas mais magras.

Precisa saber: Procure por marcas como Applegate que evitam nitritos ou nitratos, alta ingestão de que têm sido associada a certas doenças como o câncer.

 

25. BACON CANADENSE

Poder da proteína: 15g por porção de 90 gramas

O bacon canadense tem cerca de seis vezes menos gordura do que bacon tradicional.

Precisa saber: você também pode encontrar bacon canadense pelo seu outro nome: peameal bacon

 

26. CHOURIÇO

Poder da proteína: 21g por porção de 90 gramas

Esta linguiça de porco estilo espanhol temperado pode transformar pratos de massa, ovos mexidos, sopas e saladas em uma refeição cheia de proteínas.

Precisa saber: Chouriço espanhol é curado, então não precisa ser cozido antes de comer. Chouriço mexicano, no entanto, requer uma viagem para a frigideira primeiro.

 

27. PEPPERONI

Poder da proteína: 18g por porção de 90 gramas

A estelar quantidade de proteína no pepperoni deve dar-lhe muito de motivação para uma noite de pizza caseira.

Precisa saber: níveis de sódio no pepperoni podem variar amplamente, então comparar marcas e procure opções com a menor quantidade.

 

28. PEITO DE PERU ASSADO

Poder da proteína: 18g por porção de 90 gramas

Ser quase sem gordura, fatias de peru deli são quase pura proteína muscular de decisões.

 

>> SNACKS DE PROTEÍNAS:

29. CARNE SECA

Poder de proteínas: 13 g por porção 30 gramas

Não estamos a gozar contigo quando dizemos que carne seca significa negócio sério do músculo-edifício. E o que não é para amar sobre seu fator de mastigabilidade.

 

30. MANTEIGA DE AMENDOIM

Poder de proteínas: 8g por porção de 2 colheres de sopa

Embora não tão na moda como outras manteigas como a de amêndoa, a de amendoim ainda lidera o departamento de proteína.

Precisa saber: esqueça as versões de baixo teor de gordura. Tudo o que eles fazem é substituir a gordura saudável com açúcar, isso não é saudável.

 

31. NOZES MISTAS

Poder da proteína: 6g por porção de 60 gramas

Nozes como amendoim, castanha-de-caju e amêndoas são uma forma crocante de adicionar mais proteínas e gorduras insaturadas saudáveis para sua dieta.

Precisa saber: se você estiver assistindo a sua ingestão de sódio, procure pacotes rotulados “sem sal”.

 

32. FICHAS DE FEIJÃO

Poder da proteína: 4g por porção de 30 gramas

Se você é doido por chips crocantes, você vai ser duramente pressionado para encontrar uma opção melhor do que os feitos com feijão preto rico em proteínas.

Precisa saber: tente fazer um mergulho com iogurte grego e usando fichas de feijão como uma embarcação de entrega para sua boca.

 

>> PRODUÇÃO DE PROTEÍNAS:

33. BEBIDAS SMOOTHIE

Poder da proteína: 16g por porção de 1 copo

Shakes de proteína caseira sempre são preferidos, mas se você quer um tiro rápido de proteína em forma líquida você pode pegar garrafas de bebidas smoothie.

Precisa saber: Certifique-se de escolher a bebida contém uma fonte de proteína na lista de ingredientes, tais como a proteína de soro de leite e não apenas de frutas, que rapidamente pode enviá-lo para uma sobrecarga de açúcar.

 

34. TOFU

Poder da proteína: 12g por porção de 90 gramas

Se você estiver pensando em abraçar segundas sem carne, cubos de tofu podem certifica-lo de que sua ingestão de proteínas não vai sofrer muito.

Precisa saber: fatias de tofu firme funcionam bem em salteados, ou tente tapa-los na grade para infundir-lhes com algum sabor esfumaçado.

 

(VÍDEO) Dieta Japonesa da Usp Cardápio para Perder 8 kg

>> ALIMENTOS CONGELADOS DE PROTEÍNAS:

35. soja verde

Poder de proteínas: 8g por porção de ½ xícara

Enquanto a seção de congelados da maioria dos supermercados é um campo minado nutricional, pacotes de soja verde darão sua dieta um impulso de proteína vegetal, fibras, vitaminas e minerais.

Precisa saber: prepare a soja verde congelada sem casca de acordo com as instruções da embalagem e, em seguida, tempere com o suco de limão fresco, fumado um sussurro de sal e páprica.

 

36. ERVILHAS VERDES

Poder da proteína: 7g por porção de 1 copo

Enquanto a proteína não é abundante na maioria dos vegetais, ervilhas congeladas contêm o suficiente e você vai querer manter um saco escondido no seu freezer em todos os momentos.

Eles também são uma boa fonte de fibra para ajudar a manter o desejo por comida controlado.

Precisa saber: ao comprar ervilhas verdes congeladas certifique-se de acariciar o saco. Você deve ser capaz de sentir as ervilhas individuais.

Um cubo de gelo gigante de ervilhas ignifica que foram descongeladas previamente e então recongeladas, que pode degradar a qualidade.

 

37. IOGURTE GREGO

Poder da proteína: 6g por porção de ½ xícara

Gelado e cremoso como sorvete, mas com a vantagem de conter sobre duas vezes mais proteínas de alta qualidade.

Precisa saber: compare marcas e olhe para aqueles com os mais baixos níveis de açúcar. Algumas marcas realmente listam frutas antes de açúcar na lista de ingredientes.

 

>> GRÃOS DE PROTEÍNAS:

38. GERME DE TRIGO

Poder da proteína: 6g por porção de 30 gramas

O grão de trigo é constituído por três componentes — endosperma, farelo e germe.

O gérmen é a parte mais nutriente e inclui notáveis quantidades de proteínas à base de plantas.

Você pode usá-lo para adicionar um impulso de proteína para o mingau de aveia, panquecas.

Precisa saber: para preservar o frescor, é melhor armazenar o germe de trigo no frigorífico ou no congelador.

 

39. MACARRÃO SOBA

Poder da proteína: 12g por porção de 90 gramas

Considere o uso destes macarrões de trigo sarraceno estilo japonês para suas noites de massas desde que eles contenham mais proteínas do que a maioria das massas à base de trigo.

Melhor ainda, eles cozinham em metade do tempo como macarrão integral.

 

40. QUINOA

Poder de proteínas: 8g por porção 1 xícara

Entre grãos integrais, quinoa sul-americana é uma raridade que contém um arsenal completo de aminoácidos essenciais, significa que é uma proteína completa.

Precisa saber: torrar quinoa em uma frigideira seca ou panela antes que fervendo na água pode realçar seu sabor de noz natural.

 

Benefícios das Gorduras Insaturadas e Proteínas em uma Dieta

A gordura dietética é uma parte essencial de uma dieta saudável e equilibrada.

Além de ser importante fonte de energia, as gorduras ajudam o organismo a absorver vitaminas A, D, E e K e desempenham um papel vital na função da célula saudável.

A gordura que você come é dividida durante a digestão em unidades menores de ácidos graxos de gordura.

Como parte de uma dieta saudável, devemos tentar reduzir os alimentos e bebidas ricos em gorduras saturadas (especialmente de cadeia longa gorduras saturadas e gorduras trans) e substituir alguns deles por gorduras insaturadas.

As gorduras insaturadas ajuda a melhorar os níveis de colesterol no sangue, aliviar a inflamação, estabilizar o ritmo cardíaco e uma série de outras funções benéficas.

Ômega 3 ácidos gordos têm um papel importante na função cerebral e ajuda a prevenir a coagulação do sangue, reduzir o risco de acidente vascular cerebral e os níveis menor de triglicerídeos, um tipo de gordura sanguínea associada a doenças cardíacas.

Os ácidos gordos ômega 3 não pode ser produzido pelo corpo; eles têm de ser obtidos a partir de sua dieta.

É recomendada uma dieta em que os peixes gordos como o salmão, arenque, sardinha, atum e cavala são consumidos pelo menos duas vezes por semana.

Fontes vegetarianas incluem grãos, spirulina, castanha, óleo de cânhamo, sementes de mostarda, sementes de abóbora, óleo de semente de chia, óleo de gérmen de trigo, óleo de canola (colza), vegetais de folhas verdes, nozes cruas e óleo de nozes, sementes de linhaça e óleo de linhaça.

 

Ômega 6

Os ácidos graxos ômega 6 inferior “mau” lipoproteína de baixa densidade (LDL) de colesterol quando tomado com moderação.

Sementes, nozes, grãos e vegetais de folhas verdes contêm ácidos graxos ômega-6.

As melhores fontes são germe de trigo, sementes de uva, nozes pecan, pistache, óleo de gergelim, sementes de abóbora, óleo de cártamo, óleo e sementes de girassol, óleo de algodão, nozes e sementes crus.

 

A Proporção Certa

Comer ácidos graxos ômega-6 e ômega-3 nas proporções erradas pode ser negativo para os benefícios de saúde.

 

Ômega 9

Ômega 9 ácidos graxos são ácidos essenciais não produzidos naturalmente pelo corpo. Omega-9 ácidos graxos promover a saúde cardíaca, níveis de colesterol saudável e equilibrado e melhor função imunológica.

Se você não tem ácidos Omega-3 e Omega-6 gordos suficientes, você deve obter os ácidos graxos Ômega 9 em sua dieta.

Os ácidos gordos ômega 9 são encontrados naturalmente em amêndoas, abacate, nozes, canola, castanhas de caju, avelãs, óleo de amendoim, nozes, abóbora, gergelim, pistache, nozes de macadâmia, óleo de semente de chia, azeitonas e azeite de oliva.

 

Colesterol Alto

Pessoas que seguem uma dieta de estilo mediterrânico tendem a ter HDL (bom colesterol) mais altos, que ajudam a promover a saúde do coração.

O consumo de ácidos graxos ômega-3 a partir de peixe, também tendem a ter aumento do colesterol HDL e diminuição de triglicérides (gorduras no sangue).

Vários estudos mostram que suplementos de óleo de peixe reduzem os níveis de triglicerídeos.

Nozes foram relatadas para reduzir o colesterol total e triglicérides em pessoas com níveis elevados de colesterol.

 

Pressão Alta

Dietas ricas em ácidos graxos insaturados baixa a pressão arterial em pessoas com hipertensão.

Uma análise de 17 estudos clínicos utilizando suplementos de óleo de peixe descobriu que tomar 3 ou mais gramas de diária de óleo de peixe pode reduzir a pressão arterial em pessoas com hipertensão não tratada.

Doses elevadas, no entanto, só devem ser tomadas sob a orientação de um médico.

 

Doença Cardíaca

Ácidos graxos ômega-3 encontrados em óleo de peixe ajuda a reduzir fatores de risco para doença cardíaca, incluindo níveis elevados de colesterol e pressão arterial elevada.

O óleo de peixe tem sido demonstrado com níveis mais baixos de triglicerídeos (gordura no sangue), e para reduzir o risco de morte, ataque cardíaco, acidente vascular cerebral e ritmos cardíacos anormais em pessoas que já tiveram um ataque cardíaco.

Comer pelo menos 2 porções de peixe por semana pode reduzir o risco de acidente vascular cerebral em até 50%.

O óleo de peixe também parece ajudar a prevenir e tratar a aterosclerose (endurecimento das artérias), retardando o desenvolvimento da placa e formação de coágulos de sangue, o que pode entupir as artérias.

Grandes estudos populacionais sugerem que a obtenção de ácidos graxos ômega-3 na dieta, principalmente de peixe, ajuda a proteger contra acidente vascular cerebral causado por acumulo de placa e coágulos de sangue nas artérias que conduzem ao cérebro.

Os estudos também sugerem que os ácidos gordos podem ter propriedades antioxidantes que melhoram a função endotelial e podem contribuir para benefícios do coração.

 

Cinco Mitos da Proteína

Muitos brasileiros não sabem quanto eles precisam de proteína ou quanto eles estão recebendo.

As pessoas que seguem uma dieta ocidental carregado com carne e produtos lácteos — consume duas vezes a quantidade de proteína necessária, bem como quantidades excessivas de gordura saturada e colesterol.

Enquanto aqueles em dietas à base de plantas ricos em grãos e verduras — consume fontes de proteínas que fornecem nutrientes benéficos que ajudam a construir, manter e reparar os tecidos do corpo.

 

Mito 1: A Proteína é Somente da Carne.

Mentira: vegetais, cereais integrais e leguminosas são excelentes fontes de proteína sem riscos para a saúde de carne e outros produtos de origem animal.

Meia xícara de tofu firme contém 13 gramas de proteína e não está ligada à diabetes. Uma xícara de lentilhas tem 16 gramas de proteína e sem colesterol.

Talo de brócolis apenas um tem mais de 4 gramas de proteína e baixo teor de calorias. A lista continua…

 

Mito 2: Você não Precisa de uma Tonelada de Proteína

Verdade: se você seguir a dieta ocidental tradicional — carne e produtos lácteos — você provavelmente está recebendo duas vezes mais proteína que você realmente precisa. Isso pode prejudicar o corpo.

Um estudo descobriu que aqueles que consomem a proteína animal aumenta seu risco de diabetes em 22 por cento.

Consumo excessivo de proteína também está ligado à osteoporose, câncer, deficientes auditivos, função renal e doenças cardíacas.

Alguém que pesa 150 quilos só precisa de 54 gramas de proteína por dia. O subsídio de dietética recomendada (RDA) para proteína para o adulto médio é de 0,8 gramas por quilo de peso corporal.

Para descobrir sua necessidade individual média, executar o seguinte cálculo: peso (em libras) x 0.36 corporal = ingestão recomendada de proteína (em gramas).

 

Mito 3: Proteína é Bom, Carboidratos são Ruins.

Mentira: tanto proteínas e hidratos de carbono fazem parte de uma dieta nutricional mente equilibrada.

Carboidratos são fonte de energia principal do corpo e deve tomar a maior parte de seu prato.

Grãos, frutas, legumes são considerados carboidratos. Eles também são excelentes fontes de proteína, fibras e outros nutrientes essenciais.

Uma deficiência de carboidratos resulta em cetose, um estado onde o corpo queima gordura — às custas de efeitos colaterais incluindo mau hálito, problemas gastrointestinais, fadiga e danos nos órgãos possíveis, entre outros sintomas.

 

Mito 4: A Combinação de Proteína é uma Necessidade Absoluta.

Verdade: não há nenhuma necessidade de planejar refeições em torno de proteínas complementares.

Em 2009, um estudo confirmou que comer uma variedade de alimentos vegetais ao longo do dia, fornece todos os aminoácidos necessários.

 

Mito 5: Dietas de Alta Proteína Ajudam a Perder Peso.

Verdade: calorias são calorias, se eles são de carboidratos ou proteína.

Caloria em excesso de proteína não rodará magicamente em músculo. Para perder peso de forma saudável, é importante ter uma dieta equilibrada, com foco em todos os nutrientes necessários.

Em vez de seguir a moda de enriquecidos com proteína, muitos brasileiros poderiam beneficiar de encontrar maneiras de incorporar fontes de proteína vegetal em suas refeições.

ATUALIZADO: 23.09.16

medico emagecer mulher

 

>> Recomendamos Para Você:

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

  • Gostaria de uma Dieta de Proteinas. não exatamente para emagrecer, apesar de estar um pouco fora do peso. mas por problemas de saude.
    Como estou com colesterol alto e também os triglicerideos alto, e faço muito poucoexercicio, meu médico pediu para que eu corte o máximo que puder de carboidratos da minha alimentação. Por favor me de uma dica de como fazer isto.
    Obrigada

  • Evite pão, macarrão e arroz, se comer, prefira integral!

    Leite Desnatado, iogurte Desnatado, muitas verduras e frutas leve.

    Inclua abacate na dieta, mas coma pouco, mas sem açúcar

  • Olá bom bia!

    Estou voltando a treinar, sou magra mas tenho uma barriga saliente e culotes, pois já tive um filho. Gostaria de dicas do que comer no café, almoço e janta para diminuir a barriga e culotes.

    Agradeço e aguardo.

    • Bom dia Angélica!
      A melhor forma de perder gordura, principalmente a localizada é parar de comer frituras, açúcar, lactose, bebida alcoólica e comidas desnecessárias para o corpo. TROQUE essa alimentação ruim por frutas, verduras, alimentos com proteína, uma dica: entre no blog da Mimis no youtube, lá tem receitas bacanas sem gordura Fit e faça exercícios físicos pelo menos 25 minutos todo dia. Em poucas semanas você já vê a diferença.
      Abraço!