27 MELHORES EXERCÍCIOS PARA QUEM TEM DIABETES (2016)

Conheça os Melhores Exercícios Para Quem Tem Diabetes

27 MELHORES EXERCICIOS PARA QUEM TEM DIABETES

Melhores Exercícios para Pessoas com Diabetes

Atividade aeróbica pode diminuir sua necessidade de insulina.

Se você tem diabetes, fazer exercício lhe oferecerá benefícios surpreendentes. Uma vez que reduz os níveis de estresse, ele também reduz o seu nível de açúcar no sangue.

 

Quanto exercício é ideal para você?

Para as pessoas com diabetes, O Instituto Nacional de Saúde (NIH) recomenda 150 minutos de exercício aeróbico por semana.

O exercício é tão importante para as pessoas com diabetes que a Associação Americana de Diabetes recomenda que os diabéticos não percam mais que dois dias de exercício por semana.

 

5 Exercícios para as pessoas com diabetes

Há muitos exercícios que irão beneficiar as pessoas com diabetes. Aqui estão cinco que recomendamos:

 

Andar – Porque qualquer um pode fazer isso quase que em qualquer lugar, a caminhada é o exercício mais popular e é altamente recomendável para pessoas com diabetes.

Trinta minutos a uma hora de caminhada rápida, três vezes por semana é uma fácil e ótima maneira de aumentar sua atividade física.

 

Tai Chi – Esta forma chinesa de exercício utiliza movimentos lentos e suaves do corpo para relaxar a mente e o corpo.

Em 2009, pesquisadores da Universidade da Flórida, estudaram 62 mulheres coreanas atribuídas a um de dois grupos, um grupo de controle e um grupo de exercício que começou uma prática regular de Tai Chi.

Aquelas que completaram as sessões de tai chi apresentaram melhora significativa no controle de açúcar no sangue. Elas também relataram aumento da vitalidade, energia e saúde mental.

 

Yoga – A forma tradicional de exercício, yoga incorpora movimentos fluidos que constroem a flexibilidade, força e equilíbrio.

É útil para as pessoas com uma variedade de condições crônicas, incluindo diabetes. Ela reduz o estresse e melhora a função do nervo, o que leva a um aumento do estado de saúde mental e bem-estar.

O ioga pode melhorar os níveis de glicose no sangue devido à melhoria da massa muscular.

 

Dança – dança não é apenas ótima para seu corpo. O trabalho mental para se lembrar passos de dança e sequências realmente aumentam o poder do cérebro e melhora a memória.

Para aqueles com diabetes, é uma divertida e emocionante maneira de aumentar a atividade física, promover a perda de peso, melhorar a flexibilidade, baixa de açúcar no sangue e reduzir o estresse.

Dança das cadeiras, que incorpora o uso de uma cadeira para apoiar as pessoas com capacidades físicas limitadas, faz da dança uma opção para muitas pessoas.

Em apenas 30 minutos, um adulto de 150 libras pode queimar até 150 calorias.

 

Natação – Natação estica e relaxa os músculos e não coloca pressão sobre as articulações, o que é ótimo para pessoas com diabetes.

Para as pessoas com diabetes ou em risco de desenvolver diabetes, estudos mostram que melhora os níveis de colesterol, queima calorias e reduz os níveis de estresse.

Para obter o máximo benefício da natação, recomendamos a você nadar pelo menos três vezes por semana, durante pelo menos dez minutos e aumentar gradualmente a duração do treino.

Certifique-se de ter um lanche e monitorar o açúcar no sangue. Além disso, não esqueça de avisar o salva-vidas saber que você tem diabetes antes de entrar na piscina.

 

Segurança

Antes de iniciar um programa de exercícios, converse com seu médico para ter certeza de que o exercício que você escolher é seguro e adequado para o seu tipo de diabetes.

Lembre-se de começar devagar, especialmente se você não tiver sido fisicamente ativo por um tempo.

Abaixo, seguem outras dicas de segurança:

Verifique o seu açúcar no sangue antes e após o exercício até que você esteja ciente de como seu corpo responde ao exercício.

Se você tem diabetes tipo 1 ou tipo 2, certifique-se que o açúcar no sangue é inferior a 250 mg / dl antes do exercício.

Para as pessoas com diabetes tipo 1, que exercem com um açúcar no sangue superior a 250 mg / dl podem desenvolver cetoacidose, que pode ser uma doença potencialmente fatal, resultante de uma falta de insulina no sangue.

Faça cinco minutos de alongamento antes e cinco minutos de relaxamento após o exercício.

Beba muita água antes, durante e após o exercício para evitar a desidratação.

Esteja preparado para quaisquer episódios de baixa de açúcar no sangue. Tenha algo disponível que possa aumentar os níveis de açúcar, tais como comprimidos de glicose ou garrafas de suco.

Usar uma faixa de alerta médico. Se ocorrer uma emergência, as pessoas vão saber como tratá-lo adequadamente.

Sempre carregue um telefone celular.

Evite exercício em temperaturas extremamente quentes ou frias.

Use sapatos adequados e meias para proteger os seus pés.

Ouça o seu corpo. Se você sentir falta de ar, tonturas ou vertigens, pare de se exercitar. Relate qualquer anormalidade que você experimenta ao seu médico.

 

>> Recomendamos Para Você:

 

(VÍDEO) Dietas para Diabético Tipo 2 – Novo Cardápio

 

(VÍDEO) Qual o Melhor Exercício para quem tem Diabetes?

 

(VÍDEO) Diabetes – Exercícios para Diabéticos

 

(VÍDEO) EXERCÍCIOS PARA QUEM TEM DIABETES

 

>> Diabetes tipo 2 e Exercício: Atividade física torna mais fácil de controlar a sua diabete

Quando você tem diabetes tipo 2, a atividade física é um componente importante no seu plano de tratamento.

Também é importante ter um plano de refeições saudáveis e manter o seu nível de glicose no sangue através de medicamentos ou insulina, se necessário.

Se você ficar em forma e ativo em toda a sua vida, você vai ser capaz de controlar melhor a sua diabetes e manter o seu nível de glicose no sangue na faixa correta.

Controlar o nível de glicose no sangue é essencial para prevenir complicações a longo prazo, tais como a dor do nervo e doenças renais.

O exercício tem muitos benefícios, mas o maior deles é que ele torna mais fácil para controlar o nível de glicose no sangue (açúcar no sangue).

Pessoas com diabetes tipo 2 têm excesso de glicose no sangue, ou porque o seu organismo não produz insulina suficiente para processá-la, ou porque o seu corpo não usa adequadamente a insulina (resistência à insulina).

Em ambos os casos, o exercício pode reduzir a glicose no sangue. Os músculos podem usar a glicose sem insulina quando você está se exercitando.

Em outras palavras, não importa se você é resistente à insulina ou se você não tem insulina suficiente: quando você se exercita, seus músculos obtêm a glicose que eles precisam, e por sua vez, o seu nível de glicose no sangue vai para baixo.

Se você é resistente à insulina, o exercício, na verdade, faz a sua insulina de forma mais eficaz. Isso é-o a resistência à insulina vai para baixo quando você se exercita, e suas células podem utilizar a glicose de forma mais eficaz.

O exercício também pode ajudar as pessoas com diabetes tipo 2 a evitar complicações a longo prazo, especialmente problemas cardíacos.

As pessoas com diabetes são suscetíveis ao desenvolvimento de artérias bloqueadas (arteriosclerose), o que pode conduzir a um ataque cardíaco.

O exercício ajuda a manter o coração saudável e forte. Além disso, o exercício ajuda a manter o colesterol bom, e isso ajuda a evitar a arteriosclerose.

Além disso, existem todos os benefícios tradicionais de exercício:

  • Pressão arterial baixa
  • Melhor controle do peso
  • Aumento do nível de colesterol bom (HDL)
  • Mais magro, músculos mais fortes
  • Ossos mais fortes
  • Mais energia
  • Humor melhor
  • Melhor sono
  • Gestão do stress

Mas antes de começar a sair pulando por ai …

A maioria das pessoas que são diagnosticadas com diabetes tipo 2, estão acima do peso, então a idéia de exercício é particularmente assustadora.

Para a sua saúde, você tem que começar em um bom plano de exercícios, razoável, mas, primeiro, você deve conversar com o seu médico .

O seu médico será capaz de verificar a sua saúde do coração, o que é particularmente importante se você já tem artérias bloqueadas ou pressão arterial elevada.

Você também precisa levar em consideração qualquer outras complicações-retinopatia ou neuropatia relacionada com a diabetes, por exemplo.

Como você começa um programa de exercícios, o seu médico pode encaminhá-lo para um fisiologista do exercício ou diabetes educador para ajudá-lo a descobrir a melhor programa de exercícios que lhe permite entrar em forma para o seu nível de condicionamento físico.

Também antes de começar a se exercitar, você precisa definir metas realistas. Se você não tiver se exercitado muito recentemente, você vai querer começar devagar e gradualmente aumentar a quantidade e a intensidade da atividade.

Lembre-se de manter-se hidratado bebendo água e ter sempre um tratamento para a baixa da glicêmia acessível (lanche de 15 g de carboidratos é uma boa ideia).

Verifique o açúcar no sangue com o seu medidor de glicose antes e após o exercício para se certificar de que você está em uma faixa segura.

Ser diagnosticado com diabetes tipo 2 não muda a sua vida, mas fazendo pequenas alterações em sua rotina pode ajudá-lo a incorporar mais atividade física em seu dia.

Você precisa fazer o que funciona para o seu corpo e seu estilo de vida. Veja as sugestões abaixo para que tipos de exercício fazer.

 

(VÍDEO) Diabetes sob Controle: Exercícios e alimentação para uma vida saudável

 

Que tipos de exercício fazer

Existem dois tipos principais de exercícios aeróbicos, treinamento de força e trabalho de flexibilidade. Você deve apontar para ter um bom equilíbrio de todos os dois.

 

Exercícios aeróbicos

Exercícios aeróbicos incluem:

Caminhada

Se movimentando / Correndo

Tênis

Basquete

Natação

Ciclismo

Você deve obter pelo menos 30 minutos de exercício aeróbico por dia da semana. Se você acha que você não consegue 30 minutos, você pode quebrar o exercício em pedaços-10 aqui e ali.

Além disso, estique a sua criatividade quando se trata de exercício. Dê um passeio na hora do almoço, ou chame toda a família após o jantar para um jogo de basquete. Lembre-se que passear com o seu cão é uma forma de exercício.

Parar seu carro mais longe do seu destino e andar até la também é útil.

Você precisa encontrar uma forma de exercício que você realmente gosta, porque se não é divertido, você não vai fazê-lo. Vai ser mais difícil ficar motivado, mesmo se você sabe todos os benefícios do exercício.

Considere ter aulas em grupo no ginásio, ou encontrar um amigo para caminhar ou correr com você. Ter uma companhia torna tudo mais divertido.

 

Treinamento de força

Depois de ter sido capaz de incluir atividade aeróbica em seus dias, então você pode começar incluindo o treinamento de força.

O treinamento de força torna os músculos eficientes, e também ajuda a manter os ossos fortes e saudáveis.

É realmente bom para você quando você tem diabetes tipo 2, porque os músculos usam mais glicose, por isso, se você pode usá-las mais, então você vai ser mais capaz de controlar o seu nível de glicose no sangue.

O treinamento do peso é uma das técnicas de treinamento de força mais utilizadas, embora você também possa usar o seu próprio peso corporal para se exercitar.

Quando você está começando um programa de treinamento de peso, certifique-se que você sabe como usar todos os equipamentos.

Peça a equipe em seu ginásio para lhe ajudar e ensinar como você deve usar adequadamente os pesos, ou considere a obtenção de um personal trainer para aprender os melhores exercícios para você.

Levantar pesos por 20-30 minutos duas ou três vezes por semana é suficiente para obter todos os benefícios do treinamento de força.

 

(VÍDEO) Melhores Exercicios Fisicos para Diabeticos

 

Treinamento de flexibilidade

Com o treinamento da flexibilidade, você vai melhorar a forma como seus músculos e articulações trabalham. Alongamento antes e após o exercício (especialmente após o exercício) reduz a dor muscular e realmente relaxa os músculos.

 

E não pare

Faça um compromisso de exercício; torne-o uma prioridade. Sua saúde a longo prazo depende dele, de modo tão difícil como pode ser a de encontrar tempo ou para motivar-se a exercer, mantê-la.

Ele vai ajudar você a perder peso (se você precisa fazer isso), e ele vai fazer o seu corpo mais eficientes no uso de sua insulina e glicose.

 

Exercícios para Pessoas com Diabetes

O exercício é uma parte muito importante de viver com diabetes, como lutas de exercício muitos dos efeitos da doença, tais como;

Ganho de peso, letargia e flutuação dos níveis de açúcar no sangue.

Diabetes não significa o fim da vida agradável. Ajustes podem ser feitos.

 

Treinamento de força

O treinamento de força é uma parte importante da rotina de fitness de um diabético.

O treinamento de força é importante para os jovens diabéticos, pois ajuda a preparar o corpo para a velhice.

Diabéticos têm uma tendência a ter problemas com a força à medida que envelhecem e com a ajuda da força como uma medida adaptativa pode melhorar significativamente a qualidade de vida de uma pessoa.

Força também melhora a tolerância à glicose, sensibilidade à insulina ajuda a perder peso e melhora o diabetes.

Iniciando uma força de formação rotina 10-15 repetições com pesos de até cinco vezes por semana para peito e pernas.

Gastar 35 a 45 minutos 5-7 exercícios de resistência para fazer. Nunca trabalhar os mesmos grupos musculares dois dias seguidos.

É uma boa ideia para alternar entre exercícios de peito e dos braços para as pernas e nádegas.

O melhor peso para você é determinado pela sua força inicial.

Escolha um peso que causa fadiga durante os últimos dois ou três repetições.

Uma vez que você se acostumar com isso, fazer três séries de 10 a 15 repetições.

Você pode encontrar os exercícios em revistas de saúde e livros. Certifique-se de consultar o seu médico antes de iniciar qualquer programa de exercícios.

 

(VÍDEO) Exercícios abdominais e Doenças do diabetes

 

Aeróbica

Aeróbica vai ter o seu coração para bombear em um ritmo cardíaco aeróbico.

Isso difere por pessoa e pode ser determinada com base na sua idade.

Você pode acompanhar o seu ritmo cardíaco, usando um monitor de frequência cardíaca durante o exercício.

Aeróbica ajuda no processo de açúcares do corpo de forma mais eficiente, e certifica-se que o peso baixo.

Se você não tem diabetes, mas esta em risco devido a uma doença genética, aeróbica pode reduzir significativamente suas chances de sucumbir à doença.

Certifique-se de manter um olho sobre a pressão arterial e de açúcar no sangue como hipoglicemia aeróbica prolongada, uma condição em que o corpo não consegue produzir açúcar.

Isso pode causar convulsões e fadiga.

Se ambos os treinamentos de força e exercícios aeróbicos estão fazendo, certifique-se que não mais de cinco dias de exercício por semana.

Dias de treinamento de resistência deve ser gasto fazendo aeróbica.

Comece com uma rotina como correr ou andar na esteira. Faça isso por 30 a 45 minutos e adicionar mais tempo à medida que avança.

Você também pode participar de uma aula de aeróbica em seu ginásio local para suporte extra.

Mais uma vez, você deve ter sua glicemia durante o exercício. Se você se sentir cansado, pare.

 

(VÍDEO) MUSCULAÇÃO PARA DIABÉTICOS

 

Avisos

Sempre usar sapatos de exercício que recobrem e protegem os pés.

Os pés são muito sensíveis a danos no diabetes e devem ser cuidados.

Beba muita água antes, durante e depois de uma rotina de exercícios.

A desidratação pode afetar os níveis de açúcar no sangue.

Se você usa insulina, você deve ter o seu açúcar no sangue antes, durante e após o exercício.

A glicose pode aumentar ou diminuir o sangue durante o exercício, causando picos nos níveis de açúcar no sangue.

É importante que os usuários de insulina um lanche de 15 a 30 minutos antes do exercício e 30 minutos depois.

Não faça exercícios se a glicemia for superior a 250 mg.

Isso significa que seu nível de insulina já está em falta. O exercício pode agravar esta condição.

Se durante o exercício o açúcar no sangue cai abaixo de 70 mg, você pode começar a sentir-se cansado ou trêmulo.

Pare imediatamente de exercitar e testar seu nível de açúcar no sangue.

Beber uma substância de açúcar de ação rápida, como uma bebida esportiva ou suco misturado com água.

Não continuar a exercer se você sentir que seu nível de açúcar no sangue está baixo, se todos abaixo de 20 mg pode causar a perda de consciência ou ter uma convulsão.

ATUALIZADO: 18.10.16

 

medico-emagecer-mulher-projeto-novo

 

RECOMENDAMOS PARA VOCÊ »

 

QUER EMAGRECER? CARDÁPIO E DICAS »

Recomendados para você:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *